Tite sai em defesa de Muricy e descarta 'nó tático' na vitória por 2 a 0

Tite sai em defesa de Muricy e descarta 'nó tático' na vitória por 2 a 0

Por Diego Salgado

Treinador corinthiano destacou alguns aspectos do time

Treinador corinthiano destacou alguns aspectos do time

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Uma mudança de posicionamento minutos antes do primeiro gol. Infiltração entre os zagueiros do São Paulo. Espaços aproveitados às costas dos laterais rivais. Nem mesmo esses fatos fizeram Tite exaltar o próprio trabalho na vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre o São Paulo, na estreia da fase de grupos da Libertadores. Além disso, o técnico evitou falar sobre as escolhas do colega Muricy Ramalho durante o jogo.

"Somos muito expostos. Se faz e dá certo, deu nó. Temos objetivos profissionais e cada um tem a sua realidade. Colocamos a saúde em risco pelo nosso trabalho. Cada um tem sua forma de fazer seu trabalho', disse o técnico corinthiano.

O Corinthians venceu com um gol em cada tempo, com a manutenção do esquema tático habitual. Nos primeiros minutos do primeiro tempo, no entanto, uma mudança de posição acabou resultando no primeiro gol da equipe. Elias, que jogava à direita, ao lado de Jadson, foi deslocado para a esquerda, junto a Emerson. Marcado por Maicon, Elias avançou, recebeu lançamento de Jadson e abriu o placar.

A superioridade técnica sobre o rival também foi minimizada por Tite. "No futebol não se domina o adversário o tempo inteiro, só em dois terços do jogo que é superior", disse o treinador, que não deixou de exaltar a atuação em conjunto. "A gente não dava infiltração ao adversário."

Segundo Tite, três aspectos foram importantes na vitória no primeiro confronto com o São Paulo na história da Libertadores. "Consciência, associada à exigência e cobrança. Tínhamos que manter o padrão do segundo tempo", ressaltou o treinador após o triunfo na Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Carille abriu o jogo sobre planejamento corinthiano de contratações para 2018

    Damião? Substituto para Arana? Carille abre o jogo sobre contratações do Corinthians

    ver detalhes
  • Zé Rafael, de 24 anos, tem contrato com o Bahia até 2020

    Corinthians reforça interesse em Zé Rafael, mas tem de esperar até 9 de dezembro; entenda

    ver detalhes
  • Romero não jogará contra o Atlético-MG, mas estará na Arena Corinthians

    Mesmo suspenso, Romero tem duas metas para jogo da festa contra o Atlético-MG no domingo

    ver detalhes
  • Carille quer contar com seu reserva imediato em 2018

    Permanência de Walter é desejo de Carille, mas técnico já tem plano B em caso de saída

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes