Uendel agradece oportunidade e brinca 'quem sabe deixo uma pulga atrás da orelha do Tite'

Uendel agradece oportunidade e brinca 'quem sabe deixo uma pulga atrás da orelha do Tite'

Uendel quer aproveitar chance enquanto Fábio Santos se recupera de cirurgia

Uendel quer aproveitar chance enquanto Fábio Santos se recupera de cirurgia

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Nunca é bom quando você ganha uma vaga na equipe titular por que um companheiro seu se machucou e ficará afastado por um longo período. O lateral Uendel, que substituirá Fábio Santos afastado por uma lesão no menisco do joelho direito, sabe disso. Mas, apesar do lado negativo, o jogador tem consciência de que é uma oportunidade rara e que precisa ser aproveitada da melhor maneira possível.

"A oportunidade é boa para mim. O futebol nem sempre avisa quando algo assim vai aparecer. Tenho que estar preparado, espero conseguir uma boa sequência de jogos para corresponder a confiança do Tite", explicou durante coletiva na reapresentação do elenco na manhã dessa segunda-feira.

Uendel, que já havia sido titular contra o Once Caldas, na Colômbia, quando Fábio Santos cumpriu suspensão por cartão vermelho, garante que pretende deixar Tite com dúvidas quando o colega estiver recuperado.

"O Tite sempre trabalha com o grupo todo de jogadores. Para ele não existe 11 titulares, ele sempre fala para nós que quer todos preparados para quando oportunidades como essa aparecerem. Para mim, foi agora. Tenho que encarar da melhor maneira possível. Se eu fizer bons jogos, quem sabe que deixo uma pulga atrás da orelha do Tite", disse.

A concorrência não é fácil. O lateral Fábio Santos tem 64% de aproveitamento como titular no alvinegro. São 112 vitórias, 56 empates e 36 derrotas, além de 13 gols marcados. Uendel valoriza o companheiro, mas diz que está tranquilo.

"Eu sou um cara bastante tranquilo. Encaro como uma grande oportunidade. O Fábio é um dos melhores jogadores do elenco. As pessoas não dão tanto valor ao futebol dele, mas quem conhece sabe da importância que ele tem para a equipe. Ele é taticamente perfeito, um líder e por isso eu não venho jogando muito", elogiou.

"É uma oportunidade rara e tenho que aproveitar. Pensar jogo a jogo, não só na Libertadores", finalizou.

Veja Mais:

  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes
  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Terceiras camisas de Corinthians e Boca Juniors chamam atenção pela semelhança entre si

    Corinthians 'inspira' Boca Juniors, e time argentino lança camisa quase igual

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes