Corinthians oficializa renovação de contrato com a Caixa Econômica Federal

Corinthians oficializa renovação de contrato com a Caixa Econômica Federal

Por Meu Timão

7.3 mil visualizações 65 comentários Comunicar erro

Caixa investirá 30 milhões de reais na camisa do Corinthians

Caixa investirá 30 milhões de reais na camisa do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Agora é oficial. Nessa terça-feira o contrato de patrocínio entre o Corinthians e a Caixa Econômica Federal foi assinado, a confirmação saiu no site oficial do Corinthians.

A estatal continuará como patrocinadora master do Sport Clube Corinthians Paulista por mais 12 meses e terá a marca da empresa no peito e nas costas da camisa do Timão. O acordo foi firmado no valor de 30 milhões de reais, o mesmo montante pago pela Caixa no patrocínio de 2013.

Patrocinadora do Corinthians desde novembro de 2012, o a estatal já viu o Timão conquistar três títulos desde que começou a patrocinar o manto alvinegro, incluindo a conquista do bicampeonato mundial de clubes, conquistado no Japão.

Mesmo com o banco decidindo investir menos em futebol em 2015, a decisão de manter o patrocínio na camisa do Corinthians prova a força da visibilidade do clube, que teve oito jogos transmitidos dos últimos 11 exibidos pela TV Globo em São Paulo.

Veja Mais:

  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes