Após recusar proposta da China, Jadson se declara no Instagram: 'AQUI É CORINTHIANS'

Após recusar proposta da China, Jadson se declara no Instagram: 'AQUI É CORINTHIANS'

Por Meu Timão

Jadson se declarou a torcida no Instagram

Jadson se declarou a torcida no Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Após recusar uma proposta milionária para jogar no futebol chinês, o meia Jadson usou uma de suas redes sociais para se declarar ao Corinthians.

"Queria falar aos mais de 30 milhões de loucos que AQUI É CORINTHIANS. Obrigado Deus, família e amigos por sempre me ajudarem a fazer a escolha certa", escreveu o camisa 10 do Timão no seu Instagram. O jogador postou o texto acompanhado de uma imagem comemorando um gol com a camisa alvinegra.

Se tivesse aceitado a ofertar do Jiangsu Sainty, Jadson receberia praticamente o dobro do salário que ganha hoje no Corinthians. O alvinegro não tinha a intenção de vender o meia, mas o clube asiático se mostrou disposto a pagar a multa rescisória de 5 milhões de euros.

O único que poderia impedir a negociação era o próprio atleta. Mas, com o apoio da família e dos amigos, o meia decidiu que a melhor opção era continuar no Corinthians, onde vive boa fase como titular do time de Tite.

Fora do jogo contra o Linense, nessa quarta-feira, Jadson deve retornar ao time titular na partida contra o Mogi Mirim, às 16h, no domingo, na Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Dupla Jô-Rodriguinho já não se mostra mais tão efetiva quanto em outros tempos

    Corinthians leva dois gols de bola área, perde do Botafogo e fica pressionado no Brasileirão

    ver detalhes
  • Clayson falou com a imprensa brevemente: 'Não foi nada demais'

    Atacante do Corinthians é conduzido por policiais a prestar esclarecimentos no Rio

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille perdeu do Botafogo na noite dessa quarta-feira

    Torcida 'perdoa' cinco jogadores e dá pior nota a Carille após derrota do Corinthians no Rio

    ver detalhes
  • Acorda, presidente!

    [Walter Falceta] Acorda, presidente!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes