Contra Mogi, Tite aposta em Love e Guerrero mas impõe condição aos atacantes

Contra Mogi, Tite aposta em Love e Guerrero mas impõe condição aos atacantes

Por Meu Timão

2.8 mil visualizações 27 comentários Comunicar erro

Love e Guerrero foram orientados por Tite para ajudar na marcação

Love e Guerrero foram orientados por Tite para ajudar na marcação

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Em formação inédita contra o Mogi Mirim, pelo Paulista, a dupla Guerrero e Vagner Love irá compor o ataque do Corinthians. O desgaste da equipe começa se ser sentido em campo, e por esse motivo Tite precisou fazer mudanças na maneira de armar o Timão para o confronto.

O treinador avançou o sistema tático - deixando os dois atacantes mais adiantados, mexendo no seu bem aplicado 4-1-4-1 das outras partidas. Apesar do time mais ofensivo, porém, o técnico fez uma exigência para seus atacantes: todos deverão ajudar na marcação.

Isso porque, além de adiantar o time, Tite não poderá contar com seus homens na lateral-esquerda: Fábio Santos segue em recuperação após cirurgia e Uendel será poupado para evitar desgate - de olho no jogo contra o San Lorenzo.

Quem assumirá a vaga é Stiven Mendoza - o colombiano é um meia atacante que será improvisado na defesa. Por esse motivo, Love afirmou que o pedido de Tite é bastante claro: "Temos sempre que ter um atacante marcando o volante para que o adversário não tenha saída no meio-campo", afirmou.

Veja Mais:

  • Inicialmente exposta no Memorial, a estátua de Sócrates está na Arena Corinthians

    Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade, atual e ex-presidentes do Corinthians

    Corinthians registra déficit de R$ 35 milhões em 2017; veja números do balanço financeiro

    ver detalhes
  • Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    [Danilo Augusto] Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez, Roberto de Andrade e Gobbi, últimos presidentes do Corinthians

    Diretor financeiro do Corinthians analisa detalhes do balanço de 2017; leia a entrevista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes