Após vitória, Tite já pensa em Libertadores e confirma nomes contra o San Lorenzo

Após vitória, Tite já pensa em Libertadores e confirma nomes contra o San Lorenzo

Tite 'escala' Uendel e Danilo contra o San Lorenzo, na próxima quarta-feira

Tite 'escala' Uendel e Danilo contra o San Lorenzo, na próxima quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O Corinthians venceu o Mogi Mirim por 3 a 0, pelo Paulista, nesse domingo. Assim que o juíz apitou o final da partida, o foco de todos - jornalistas, jogadores e comissão técnica - passou para o San Lorenzo e o jogo de quarta-feira pela Copa Libertadores. Com o técnico Tite não foi diferente. Questionado sobre quem será a equipe titular na quarta-feira, o comandante adiantou, pelo menos, duas confirmações.

"Uendel não participou do jogo justamente para ter condição física na quarta-feira. Não quisemos correr o risco. Mendoza também deu uma boa resposta, acima do que eu imaginava. A cobertura da linha de quatro jogadores faltou um pouco, mas ele é um atacante. Mesmo assim, me deixou tranquilo e confiante, mesmo com o Mogi tendo jogadores de velocidade por esse lado", declarou o técnico.

Para a partida de quarta, na Argentina, Tite não poderá contar com Guerrero - que cumpre seu último jogo de suspensão. Danilo deve ser a opção escolhida novamente. "Na frente vamos aguardar, mas a tendência é manter Danilo. Gosto de ser coerente, ele está produzindo, vai jogar".

O jogo contra o San Lorenzo será com portões fechados - a equipe cumpre punição por confusões dentro de campo -, mas nem por isso o técnico demonstra menos preocupação com a força do elenco argentino, campeão da última edição da Libertadores.

"Vi a final da Libertadores lá, é uma equipe madura, que está junta há bastante tempo. Joga com dois pivôs ou no 4-2-3-1. Dois laterais de muito boa qualidade. O grau de dificuldade é alto. São Paulo, San Lorenzo e Corinthians: uma vai sobrar. Talvez a que sobrar poderia se classificar em outro grupo", disse.

Mesmo confirmando os nomes de Uendel e Danilo, o técnico sabe que é importante que a equipe entenda que os jogos estão cada vez mais complicados e que nem sempre todos os jogadores terão oportunidades.

"Os jogos vão adquirindo caráter decisivo. Às vezes não conseguimos dar oportunidade a todos. Precisamos da equipe toda", finalizou.

Veja Mais:

  • Willians tinha contrato por empréstimo até o fim da temporada

    Willians se despede de companheiros e não joga mais pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Chapecoense está na Libertadores de 2017; Corinthians segue lutando por vaga

    Conmebol confirma título à Chape, e Libertadores-2017 terá ao menos oito brasileiros

    ver detalhes
  • Muricy atualmente trabalha como comentarista no SporTV

    Corinthians convidou Muricy Ramalho para ocupar cargo na base

    ver detalhes
  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes