Árbitro responsável por punição a Guerrero apita clássico no Paulista

Árbitro responsável por punição a Guerrero apita clássico no Paulista

Por Meu Timão

Leandro foi escalado pela Federação Paulista de Futebol para o próximo jogo do Timão pelo Paulista

Leandro foi escalado pela Federação Paulista de Futebol para o próximo jogo do Timão pelo Paulista

Foto: Divulgação

O trio de arbitragem que apitará a próxima partida do Corinthians pelo Campeonato Paulista já está definido. O árbitro Leandro Bizzio Marinho irá comandar o clássico do domingo contra o São Paulo, às 16h, no Morumbi. Ele será auxiliado pelos bandeirinhas Daniel Paulo Ziolli e Alex Ang Ribeiro.

A escalação de Leandro para atuar em jogos do Timão já não é novidade. Em 2014, ele se envolveu em uma polêmica com Paolo Guerrero. Na época, o atacante foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com dois jogos de suspensão após dar uma ‘trombada’ no juiz, durante o jogo contra o Bragantino pela Copa do Brasil. Já em 2013, na vitória do Corinthians sobre o São Paulo por 2 a 1, Leandro deixou de marcar uma falta no lateral Alessandro antes do gol de Jadson.

Neste domingo, será o primeiro duelo após a vitória no clássico pela Taça Libertadores, por 2 a 0, na Arena Corinthians. O Timão continua invicto em ambas as competições, com sete vitórias e dois empates em partidas oficiais na temporada.

Veja Mais:

  • Corinthiano Luidy é o novo reforço do Figueirense

    Anunciado por clube da Série B, Luidy agradece Corinthians

    ver detalhes
  • Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

    Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

    ver detalhes
  • Fagner não corre risco de perder finais do Paulistão

    Julgamento de Fagner por suposta agressão no Majestoso acontecerá só após finais do Paulistão

    ver detalhes
  • Jadson, com a 10, fez um dos gols contra a Universidad de Chile na Arena

    Corinthians vai devolver camisa 10 a Jadson; utilização na decisão ainda é incógnita

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes