FIFA entende que Lucas, ex-São Paulo, nunca jogou no Corinthians

FIFA entende que Lucas, ex-São Paulo, nunca jogou no Corinthians

Por Meu Timão

Apelidado de 'Marcelinho', Lucas chegou a atuar na base do Corinthians por dois anos

Apelidado de 'Marcelinho', Lucas chegou a atuar na base do Corinthians por dois anos

Foto: Reprodução/Meu Timão

A FIFA anunciou nesta quinta-feira, em Zurique, na Suíça, que o Corinthians não deve receber nenhuma quantia pela transferência do meia-atacante Lucas, ex-São Paulo, para o Paris Saint-Germain (FRA). Em 2013, o jogador foi negociado com clube francês por 43 milhões de euros, cerca de R$110 milhões.

Na mesma época, o Timão entrou com uma ação na própria FIFA, solicitando o recebimento de 215 mil euros, aproximadamente R$700 mil, alegando que o clube do Parque São Jorge participou da formação do atleta. Mas, segundo a entidade, Lucas disputou pelo Corinthians somente torneios que não são reconhecidos por nenhum órgão oficial, como a Federação Paulista de Futebol (FPF) ou a CBF.

Durante a adolescência, Lucas fez parte da Escolinha do Marcelinho Carioca, em Diadema. Pelo estilo de jogo que lembrava o craque corinthiano, foi apelidado de ‘Marcelinho’. Pelo São Paulo, o jogador voltou a utilizar o próprio nome e chamou a atenção de clubes europeus, chegando ao futebol francês. Por lá, virou um dos principais jogadores do elenco atual.

Veja Mais:

  • Mais um herói na arquibancada de cima

    [Walter Falceta] Mais um herói na arquibancada de cima

    ver detalhes
  • Setor Norte da Arena Corinthians segue interditado para o início do Brasileirão

    Setor Norte da Arena segue interditado para Brasileiro; Corinthians pode ter dois clássicos 'vazios'

    ver detalhes
  • Pedrinho surge como opção para Jadson, que foi preservado do treino nesta quarta-feira

    Pedrinho é testado por Carille no primeiro treino com titulares antes de decisão

    ver detalhes
  • Guilherme foi empréstimo ao Atlético-PR

    Atlético-PR anuncia contratação do corinthiano Guilherme até 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes