Contra a violência, Vice-presidente do Corinthians afirma que há proposta para torcida única no futebol

Contra a violência, Vice-presidente do Corinthians afirma que há proposta para torcida única no futebol

Por Meu Timão

Durante encontro, clubes de São Paulo e Governo do Estado discutiram medidas para acabar com a violência do futebol

Durante encontro, clubes de São Paulo e Governo do Estado discutiram medidas para acabar com a violência do futebol

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Nesta segunda-feira, durante encontro com autoridades do Ministério Público e da Federação Paulista de Futebol (FPF), na sede da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o vice-presidente do Corinthians, Jorge Khalil, afirmou que já está sendo discutida a implantação de torcida única em jogos de futebol. Entretanto, nada foi decidido.

“Foi feita uma proposta sobre torcida única, mas nada está resolvido. Não pode haver imediatismo. O que foi mais discutido foi a relação de todos os clubes com organizadas. Isso tem que ser repensado. Temos que conversar com as lideranças para que o problema, que já é da sociedade, seja resolvido”, declarou Khalil.

Além do Corinthians, representantes dos quatro grandes clubes de São Paulo também participaram da reunião, que tem como proposta discutir a violência no futebol. De acordo com Khalil, uma nova reunião foi marcada para os próximos dias.

“Foi proposto que todos os envolvidos aqui tragam propostas na próxima sexta-feira, sugestões de medidas preventivas e punitivas. O objetivo é acabar de uma vez com a violência. Trouxemos um estudo que mostra que o Brasil é o primeiro no ranking de violência no futebol, o que é inadmissível. O ministério público, os clubes, a imprensa, as federações, todos têm que ajudar a banir a violência no esporte”, afirmou o vice-presidente, que comentou a alternativa de implantação de um sistema biométrico nas entradas das arenas. “A biometria foi uma proposta muito interessante. Mas quem vai arcar com esses custos? Os clubes não têm condição. Vamos estudar essa possibilidade. Creio que seria uma solução interessante”, finalizou o dirigente.

Há cerca de um mês atrás, o assunto 'torcida única' foi amplamente discutido pela opinião pública. Na época, o Ministério Público de São Paulo recomendou que o clássico entre Corinthians e Palmeiras fosse realizado sem a presença de torcedores corinthianos no estádio rival. Entretanto, após pressão da diretoria alvinegra junto à FPF, a decisão foi descartada.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes