Após declaração de Aidar, São Paulo nega ajuda do Timão para encher o Morumbi

Após declaração de Aidar, São Paulo nega ajuda do Timão para encher o Morumbi

Por Meu Timão

O Corinthians terá direito a 3.200 ingressos na partida contra o São Paulo, na última rodada da fase de grupos da Libertadores

O Corinthians terá direito a 3.200 ingressos na partida contra o São Paulo, na última rodada da fase de grupos da Libertadores

Foto: Reprodução/Twitter

Visando ter um número maior de torcedores no Morumbi, o São Paulo cogitava disponibilizar mais ingressos para a torcida corinthiana no Majestoso, da última rodada da fase de grupos da Libertadores. Carlos Miguel Aidar, presidente do clube, afirmou que estava analisando junto à Federação Paulista de Futebol conceder uma carga maior de bilhetes para os torcedores do Timão, e não os 5% acordados. Segundo o dirigente, a proposta seria uma forma de ajudar a encher o estádio rival.

Entretanto, parece que a declaração do presidente não foi bem aceita internamente no clube. No início desta tarde, por meio de nota oficial, o São Paulo, afirmou que manterá em 5% o número de ingressos para a torcida alvinegra.

O clube do Morumbi segue com problemas para lotar seu estádio. Na segunda rodada da Libertadores, pouco mais de 16 mil torcedores acompanharam a partida. Já no último clássico contra o Timão, o São Paulo conseguiu colocar apenas 18 mil pessoas, incluindo os torcedores alvinegros. A capacidade máxima de seu estádio é de 67 mil lugares.

Confira a nota oficial na íntegra:

"O São Paulo Futebol Clube vem a público informar que terá a mesma reciprocidade adotada pela diretoria do SC Corinthians Paulista, referente a carga de ingressos da torcida visitante para o clássico do dia 22 de abril, às 22h, no Morumbi, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Assim como na primeira partida do dia 18 de fevereiro, na arena Corinthians, manteremos a fixação em 5% de carga de ingressos para os visitantes".

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes