Tite exalta Danilo, confirma Renato Augusto e ignora condições do estádio no Uruguai

Tite exalta Danilo, confirma Renato Augusto e ignora condições do estádio no Uruguai

Por Mayara Munhoz, direto de Montevidéu

O técnico Tite no entorno do estádio Luis Franzini, no Uruguai

O técnico Tite no entorno do estádio Luis Franzini, no Uruguai

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians treinou em terras uruguaias e Tite confirmou o time que enfrenta o Danubio, nessa terça-feira, no estádio Luis Franzini. Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Ralf, Elias, Jadson, Renato Augusto e Emerson Sheik; Guerrero. Essa é a equipe. Mas o treinador lamenta não poder usar o meia Danilo.

"Eu queria colocar mais gente, mas é inevitável, pelo momento do Danilo. Mas também sei que não posso utilizá-lo em todos os jogos, é desumano. Mereceria também a sua permanência. Técnico fica naquele dilema de ter dois jogadores, mas a compressão deles de entender que um pode iniciar, mas todos tem condição de jogo", declarou, em coletiva de imprensa após o treino.

Se Danilo não estará presente na equipe que iniciará a partida dessa terça, Renato Augusto garantiu o seu lugar. O meia retornou depois um período de recuperação de uma entorse no tornozelo esquerdo e será titular contra a equipe uruguaia.

"Nós trabalhamos, foram 12 dias que ele estava fora, dizemos uma reunião com o departamento médico, departamento físico, assim como o Danilo que tem uns cuidados maiores que a gente tem que ter, assim como o Petros, foram dada condições a eles e a partir daí a decisão iniciando o jogo", explicou o treinador, após confirmar que o camisa 8 estará na equipe principal.

Se na equipe sobram boas opções, o comandante alvinegro não pode dizer o mesmo do estádio Luis Franzini, local da partida dessa terça-feira.

"Tudo que for comparar ao nosso estádio vai ser menos. Temos de nos adaptar. Por isso, viemos ver a iluminação, que é mais baixa. O gramado está em condições de jogar. Claro que o entorno é mais acanhado, mas nada que nos impeça de fazer um bom jogo", disse.

O estado do local é preocupante. A iluminação é precária. As torres com os refletores são muito baixos e atrapalham a visão dos atletas no gramado. Tite comentou que o lateral Uendel reclamou durante o treinamento. Entretanto, o treinador optou por não criticar o local. "Pelas minhas origens humildes, compreendo as situações e adversidades que os clubes enfrentam. Se não quer jogar nessas condições, se imponha um regulamento que elimine essa variável. Respeito à entidade, o Danubio que optou e cabe nos adaptarmos. Não vou pegar como artifício se o time não jogar bem e dar desculpas".

Além da iluminação, a proximidade das arquibancadas também foi citada por Tite. "A atmosfera fica diferente. Durante o treino tático, eu ouvia vocês (jornalistas). Fica bem próxima, ecoa", finalizou.

Veja Mais:

  • Júnior Dutra assinou com o Corinthians até dezembro de 2019; único reforço confirmado

    Exato um mês após o título brasileiro, Corinthians tem só um reforço; três são os motivos

    ver detalhes
  • Corinthianos foram presos por horas nas arquibancadas do Maracanã em 2016

    Impunidade após baderna flamenguista expõe exageros da polícia carioca contra Corinthians

    ver detalhes
  • Juninho é um dos destaques do Bahia

    Corinthians altera moeda de troca e faz contraproposta por lateral do Bahia

    ver detalhes
  • Gramado da Arena foi retirado e o estádio está sendo montado para o Monster Jam

    Gramado 'irreconhecível' da Arena Corinthians chama atenção em foto que circula nas redes sociais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes