Saindo da zona de conforto, Petros mudou de posição para poupar Malcom

4.4 mil visualizações 45 comentários

Por Meu Timão

Petros atuou na vitória deste domingo, contra o Bragantino

Petros atuou na vitória deste domingo, contra o Bragantino

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Chegando ao fim do Campeonato Paulista, Vagner Love foi responsável pelo único gol do placar deste último domingo, na partida contra o Bragantino. Improvisado na lateral nos jogos contra Portuguesa e Bragantino, Petros contou que aceitou ser deslocado para evitar que outros jogadores, como Malcom, tivessem que atuar fora de posição.

"Eu me prontifiquei porque o Corinthians é muito grande. Com esse rodízio, jamais deixaria que o Malcom, que é canhoto, jogasse na lateral, não é uma zona de conforto para alguém de 18 anos. Como tenho uma base de marcação muito boa e um passe muito bom, me prontifiquei para não prejudicar jogadores jovens", explicou Petros em entrevista à TV Gazeta.

Fazendo questão de enaltecer o trabalho do jovem atacante Malcom, o experiente Petros reconheceu o desempenho e fez uma boa projeção da carreira do garoto.

"O Malcom tem uma projeção muito grande, um talento enorme. Pode ser um dos grandes jogadores do Brasil. Mas tem apenas 18 anos, joga no Corinthians, com um salário muito bom. É um pouco complicado, precisa ter paciência e humildade para saber que não está bom, que precisa melhorar para estar em alto nível sempre. E ele trabalha, se dedica depois do treino, finaliza com a direita e a esquerda. Vai colher frutos aos poucos", disse.

Sempre disposto a entrar em campo, o meio-campista disputou as quatro partidas da maratona que o Corinthians enfrentou pelo Paulistão nos últimos oito dias. O técnico Tite encontrou dificuldades para preencher a lateral esquerda porque Fábio Santos e Mendoza, que também já atuou improvisado na posição, ainda estão no departamento médico. Para poupar Uendel, Petros saiu de seu lugar de origem para ajudar a equipe.

"Foi muito desgastante, joguei todos os quatro jogos dessa semana. Não fizemos triangulação, penetração e compactação rápida por conta do desgaste natural, mas fizemos um gol contra o Bragantino, fechamos a casinha e, ainda assim, tivemos as principais chances. O mais importante é o propósito, manter o padrão independentemente de quem jogar", afirmou.

O próximo confronto será na quarta-feira, contra o Danubio, na Arena Corinthians. Dependendo dos placares da próxima rodada da Libertadores, o Timão já pode garantir sua vaga nas oitavas de final.

Veja Mais:

  • Paulo Roberto atuou em 27 jogos pelo Corinthians, marcou um gol e ganhou dois títulos (Paulista e Brasileiro 2017)

    Paulo Roberto entra na Justiça contra o Corinthians e pede R$ 1,2 milhão

    ver detalhes
  • Mateus Vital, Janderson e Davó são três dos quatro atacantes de lado de campo; trio de jovens se junta a Everaldo na opção de velocidade pela beirada

    Corinthians terá cinco opções de lado de campo com saída de dupla; quatro têm menos de 23 anos

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta Palmeiras na próxima quarta-feira, às 21h30

    Duelo entre Corinthians e Palmeiras pelo Paulistão tem horário definido; veja detalhes

    ver detalhes
  • Yony González deixou o Corinthians com apenas quatro jogos; colombiano é o 22º contratado do clube na década que não atingiu as dez partidas

    Yony González é o 12º contratado do Corinthians a não fazer nem cinco jogos na década; veja lista

    ver detalhes
  • Em meio ao caos, um acerto da diretoria do Corinthians

    [Giovana Duarte] Em meio ao caos, um acerto da diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Invadimos a Arena Corinthians de carro e tomamos blitz do Marcelinho Carioca

    VÍDEO: Invadimos a Arena Corinthians de carro e tomamos blitz do Marcelinho Carioca

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: