'Nossa resposta era jogar', analisa Cássio após atitude racista de zagueiro uruguaio

'Nossa resposta era jogar', analisa Cássio após atitude racista de zagueiro uruguaio

Por Meu Timão

O camisa 12 teve vida fácil nesta quarta-feira pela Libertadores

O camisa 12 teve vida fácil nesta quarta-feira pela Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Titular em mais uma vitória do Timão na Copa Libertadores da América, o goleiro Cássio falou sobre o caso de racismo do zagueiro Cristian González com Elias. Durante a goleada sobre o Danubio (URU), o uruguaio teria feito gestos racistas e chamado o volante de 'macaco'.

"Eu não ouvi, o Felipe me falou que o cara tinha ofendido o Elias. Eu vi o jogador fazendo o gesto. Acho que isso já cansou. As pessoas têm de ser mais severas para que isso mude um pouco no futebol", falou o camisa 12.

De acordo com o goleiro, o volante do Timão não se abateu e manteve o nível de atuação, contribuindo com uma linda assistência para um dos gols de Guerrero. "O Elias ficou chateado, mas no segundo tempo a gente conseguiu manter o padrão de jogo. O Fábio (Mahseredjian, preparador físico) até falou, a gente conversou que a nossa resposta era jogar, fazer um monte de gols, e conseguimos. Fizemos uma partida sem riscos, dominamos desde o início e saímos vitoriosos com muito mérito", analisou.

Titular no Corinthians desde 2012, Cássio afirmou que não é de hoje que a equipe corinthiana sofre com a provocação dos rivais sul-americanos. "Isso, no futebol, é normal. Pegava muitos times brasileiros. Os estrangeiros vinham aqui, batiam muito, xingavam, cuspiam. Esse tipo de coisa que faziam equipes brasileiras perder classificações. Até o Corinthians é um exemplo. Outros times vinham, batiam e nós revidávamos. Hoje você vê um time bem maduro, consciente. Apanhamos bastante, o Paolo apanhou muito, o Sheik também, mas todos mostraram maturidade. É uma marca do nosso time. Às vezes tem falta não marcada, ou algumas violentas, mas nos mantemos focados e não é à toa que ainda estamos invictos nesse ano", finalizou.

Veja Mais:

  • Camisa do Corinthians criada por torcedores em homenagem à Chape

    Corinthians bate o martelo sobre homenagens à Chapecoense

    ver detalhes
  • Brasileirão agora tem quatro vagas - não três - à fase de grupos da Libertadores

    Conmebol anuncia novidade, e Corinthians volta ao páreo por vaga direta na Libertadores

    ver detalhes
  • Alan Santos tem conversas avançadas com Corinthians

    Corinthians negocia contratação de volante do Coritiba, diz portal

    ver detalhes
  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes