Lima rescinde com Betis e pode jogar no Corinthians

Lima rescinde com Betis e pode jogar no Corinthians

Por Meu Timão

O Corinthians já aparece como possível destino do atletaA Fifa determinou a rescisão do contrato do zagueiro Lima com o Betis, que terminava em 2012, deixando o jogador livre para negociar sua contratação por qualquer outro clube. O Corinthians já aparece como possível destino do atleta

O empresário de Lima, Juliano Leonel, disse que seu cliente começa na semana que vem o tratamento de uma lesão no tornozelo com a equipe médica do time paulista com vistas a uma possível incorporação ao clube.

O tratamento do jogador durará aproximadamente um mês. Com isso, Lima pode estar em condições de jogar a partir de janeiro de 2010.

O zagueiro já despertou o interesse do Corinthians no primeiro semestre, mas não houve acerto. Em agosto, ele esteve perto de acertar com o Flamengo, porém não passou nos exames médicos.

Em entrevista ao Lancenet, Lima confirmou que se tratará no Corinthians e disse que a vontade de defender o time de Mano Menezes "é grande pelo que é o clube, a história, a torcida e os objetivos para o próximo ano".

Aos 24 anos, Lima chegou ao Betis em 2007 depois de passar pelo Atlético Mineiro. Em duas temporadas no clube de Sevilla, jogou apenas dez partidas no Campeonato Espanhol.

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Fábio Carille não quer lesões e fará alterações contra o Patriotas

    Corinthians terá ao menos três modificações para o duelo com o Patriotas

    ver detalhes
  • Romero levou cartão amarelo contra o Grêmio

    Com nova suspensão, Corinthians tem desfalque confirmado para 11ª rodada do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jogadores do Corinthians comemoraram (e muito!) gol de Jadson na Arena do Grêmio

    Paulo Roberto dá show, Cássio pega pênalti, Corinthians vence Grêmio e dispara rumo ao hepta

    ver detalhes
  • Comemoração do pênalti defendido pelo Cássio

    Na redação da Band, Neto comemora pênalti defendido por Cássio: 'AQUI É CORINTHIANS P...'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes