Ex-goleiro do Corinthians entra na Justiça contra o clube, diz site

Ex-goleiro do Corinthians entra na Justiça contra o clube, diz site

Por Meu Timão

25 mil visualizações 184 comentários Comunicar erro

Júlio César saiu do Corinthians em 2014

Júlio César saiu do Corinthians em 2014

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No atual momento, o Corinthians enfrenta uma crise financeira e tem dívidas pendentes com o elenco. Apesar de os salários estarem em dia, o clube deve premiações, direitos de imagens e luvas para alguns atletas. Devido algumas pendências, nessa semana, além de Alexandre Pato, outro jogador entrou na Justiça contra o clube.

O ex-goleiro, Júlio César, moveu uma ação contra o Corinthians. Hoje no Náutico, o jogador cobra do ex-clube direitos de arena não pagos, luvas atrasadas e verbas rescisórias, como férias e décimo terceiro. As informações são da ESPN, e ainda não há conhecimento sobre os valores reivindicados.

Especialista em direito trabalhista, João Henrique Chiminazzo cuida do caso. Enquanto isso, o atleta e seu advogado foram procurados, mas não quiseram comentar o assunto.

Júlio, que foi formado nas categorias de base e vestiu a camisa do Corinthians entre 2005 e 2014, foi vendido no final do ano passado, após perder espaço no elenco e não ter seu contrato renovado.

Veja Mais:

  • Revelação de 2017, Pedrinho reforça Corinthians diante do Red Bull Brasil

    Com Pedrinho, Carille relaciona 23 no Corinthians para duelo com Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Renê Júnior foi apresentado pelo Corinthians à imprensa em 7 de janeiro

    Reforço de R$ 5 milhões, volante aguarda primeira chance no Paulistão; novo esquema pode ajudá-lo

    ver detalhes
  • Livro 'Sócrates Eterno' será lançado na noite desta segunda, em São Paulo

    Viúva de Sócrates lança autobiografia do ex-jogador do Corinthians nesta segunda em São Paulo

    ver detalhes
  • Sem contusão, Clayson treinou normalmente e deve pegar Red Bull

    Após exames, Clayson treina no Corinthians e deve enfrentar Red Bull

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes