Após cirurgia no cérebro, ex-zagueiro do Timão evolui e deve retornar aos treinos

Após cirurgia no cérebro, ex-zagueiro do Timão evolui e deve retornar aos treinos

Por Meu Timão

Leandro Castán deve ser liberado em breve para retornar aos treinamentos

Leandro Castán deve ser liberado em breve para retornar aos treinamentos

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Depois de passar por uma cirurgia no cérebro no final do ano passado, o ex-zagueiro do Corinthians, Leandro Castán, está perto de retornar aos gramados. Na última quinta-feira, o jogador da Roma realizou exames médicos para avaliar sua evolução e a notícia foi boa: ele deve ser liberado em breve para treinar e até poderá cabecear a bola.

"Leandro Castán fez um check-up mais cedo hoje (quinta-feira) que mostrou que ele está se recuperando muito bem depois de sua operação. O jogador vai começar a treinar novamente e vai gradualmente começar a cabecear a bola para aumentar sua carga de trabalho", divulgou a Roma em comunicado oficial.

O defensor, de 28 anos de idade, campeão da Copa Libertadores da América de 2012 com o Timão, foi operado em dezembro de 2014 por causa de uma má formação vascular congênita no cérebro. O cavernoma, como é conhecido, tinha cerca de três centímetros e foi completamente removido em um procedimento que durou três horas e meia.

Castán não entra em campo desde setembro do ano passado, quando, na vitória da Roma contra o Empoli por 1 a 0, precisou ser substituído no intervalo após sentir tonturas dentro do campo. Exames realizados depois do jogo detectaram a má formação vascular.

Veja Mais:

  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes
  • Sheik beijou escudo do Corinthians ao ser apresentado

    Sheik faz juras de amor ao Corinthians e relembra jogo na Arena pela Ponte: 'Foi estranho'

    ver detalhes
  • Sheik recebeu camisa das mãos do gerente de futebol Alessandro Nunes

    Acostumado a jogar com camisa 11, Sheik revela ideia 'irada' sobre novo número

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes