'Com unhas e dentes', titular do Corinthians promete brigar por títulos em 2015

2.8 mil visualizações 28 comentários

Por Meu Timão

Na estreia do Corinthians na Libertadores, Jadson foi decisivo e marcou o segundo gol contra o São Paulo

Na estreia do Corinthians na Libertadores, Jadson foi decisivo e marcou o segundo gol contra o São Paulo

Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

2015 está sendo um ano de mudança - para melhor - na vida de Jadson. De contestado e reserva no ano passado, o camisa 10 do Timão se tornou peça imprescindível no esquema tático desta temporada. Sob o comando de Tite, o armador tem um aproveitamento de mais de 88%, além das assistências e dos gols marcados. E, se depender da vontade do jogador, o Corinthians já pode separar um espaço maior em sua sala de troféus.

"Tenho que me manter focado o ano todo, porque a minha vontade é ser campeão pelo Corinthians. Então, eu vou lutar com unhas e dentes para conseguir levantar uma taça", afirmou Jadson em entrevista coletiva no CT Dr. Joaquim Grava. Com a boa atuação na temporada, o meia teve seu nome ventilado no futebol chinês. Porém, o momento que o clube vive foi fundamental para sua permanência. "Quando apareceu (a proposta), eu estava vindo de um momento bom, jogando bem, foi difícil tomar a decisão. Mas como a equipe estava bem, o elenco estava bem, pensei que era um bom momento que eu estava vivendo e queria ficar para ajudar e deu certo, está dando certo até agora".

Entretanto, o jogador não terá vida fácil. Nesta semana, o Corinthians terá dois grandes desafios. O primeiro será garantir a classificação às oitavas da Libertadores, contra o San Lorenzo (ARG), nesta quinta. Depois, no domingo, bater o rival Palmeiras e chegar à final do Estadual. Para isso, Jadson quer continuar atuando bem até o fim da temporada.

"É difícil para qualquer jogador manter a regularidade, não são todos os jogos que você vai bem. Claro que, como ser humano, sempre tive altos e baixos na minha profissão. Mas meu objetivo esse ano é manter a regularidade até o final, a meta que coloquei vai ser manter essa regularidade. Trabalhar forte nos treinamentos e melhorar na parte tática e técnica", declarou o armador.

"Eu acho que tenho que agradecer muito a Deus, primeiro por ele ter sempre me abençoado, e também a confiança da comissão técnica, do Tite, dos jogadores, do grupo. É a soma de tudo, estou conseguindo ajudar a equipe jogando um bom futebol. Tomara que eu consiga fazer assim sempre", finalizou.

Veja Mais:

  • Corinthians perde para Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, e não conquista tetracampeonato do Paulistão

    Jô marca no último lance, mas Corinthians é superado nas penalidades e perde título do Paulistão

    ver detalhes
  • Jô comemora com Everaldo seu gol no duelo com o Palmeiras, pela final do Paulistão

    Fiel distribui notas baixas, mas 'poupa' Cássio e Jô após revés do Corinthians; reserva beira o zero

    ver detalhes
  • Cássio volta a salvar Corinthians com boas defesas durante Dérbi

    Torcida do Corinthians exalta Cássio e Jô, mas lamenta pênaltis desperdiçados; veja repercussão

    ver detalhes
  • Tiago Nunes explicou as escolhas por Michel, Avelar, Cantillo, Sidcley e Jô na cobranças de pênaltis

    Tiago Nunes justifica escolha por batedores na decisão por pênaltis e exalta maturidade dos atletas

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez não demora para se pronunciar após vice-campeonato do Corinthians

    Andrés Sanchez parabeniza Corinthians por entrega na final e diz que 'temporada ainda não acabou'

    ver detalhes
  • Corinthians estreia no Brasileirão na próxima quarta-feira

    O que você espera do Corinthians no Campeonato Brasileiro? Vote em enquete do Meu Timão!

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: