Em tom de respeito, Tite destaca 'arma' do San Lorenzo e afirma: 'É um momento desafiador'

Em tom de respeito, Tite destaca 'arma' do San Lorenzo e afirma: 'É um momento desafiador'

Por Meu Timão

2.1 mil visualizações 23 comentários Comunicar erro

Nesta quarta-feira, Tite comandou o último treino antes do penúltimo jogo da fase de grupos da Taça Libertadores

Nesta quarta-feira, Tite comandou o último treino antes do penúltimo jogo da fase de grupos da Taça Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Nesta tarde, Tite comandou o último treino antes da partida desta quinta-feira contra o San Lorenzo (ARG). Após a atividade, realizada na Arena Corinthians, o treinador falou dos últimos preparativos para o confronto. De acordo com o comandante, a equipe argentina será um forte oponente ao Timão, ainda invicto nesta temporada.

"A primeira coisa que me vem à cabeça é o campeão da Libertadores de 2014 e de 2012. Isso, por si só, tem um atrativo extraordinário, a base é a mesma campeã. Por si só, a grandeza desse jogo, a importância, a visibilidade, seja um atrativo que se justifique", afirmou Tite em entrevista coletiva.

Contra os argentinos, o Timão busca a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores da América. Para isso, o Alvinegro terá que conseguir pelo menos um empate dentro da Arena Corinthians. Segundo Tite, jogar ao lado da torcida pode ser decisivo para o sucesso do Corinthians dentro de campo.

"Quando tu tem um torcedor e ela (Arena) tem aquele clima, a atmosfera ecoa, é muito forte. Se vier uma equipe despreparada, que não saiba lidar com isso, sente. Não será o caso do San Lorenzo, que jogou o último mundial contra o Real Madrid", analisou.

No treino desta tarde, Tite abusou do treino defensivo, sobretudo nas bolas altas, ponto forte do San Lorenzo. "Um dos quesitos foi a bola parada, foi o time que mais criou dificuldades contra nós. O nível de concentração vai ter que ser alto, neutralizar esse fator", destacou Tite.

"Pelo grau, pelo aspecto decisivo, pela maturidade que a equipe precisa demonstrar, esses jogos são sim, decisões. É o momento de comprovar a maturidade, o crescimento da equipe. É um momento desafiador", finalizou.

Veja Mais:

  • Corinthians de Ralf já respira mais tranquilo na luta contra a parte de baixo da classificação

    Jogos de domingo chegam ao fim, e Corinthians dobra distância para o Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ándrés Sanchez aparece do lado do presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e Ronaldo

    Presidente do Corinthians se reúne com presidente do Real Madrid em passagem pela Espanha

    ver detalhes
  • Avelar teve atuação contestada pela torcida após jogo desse sábado contra o Vasco

    Avelar admite queda de rendimento, lista possíveis motivos e diz que pode melhorar no Corinthians

    ver detalhes
  • Árbitro Wilton Pereira Sampaio foi bastante requisitado no tenso duelo entre Corinthians e Vasco

    Árbitro relata em súmula tentativa vascaína de intimidação na Arena Corinthians; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes