Enaltecendo coletivo do Timão, Tite afirma: 'Problema de um é problema de todos'

Enaltecendo coletivo do Timão, Tite afirma: 'Problema de um é problema de todos'

Por Meu Timão

3.0 mil visualizações 62 comentários Comunicar erro

Tite exaltou o coletivo do Timão

Tite exaltou o coletivo do Timão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O clássico deste domingo na Arena Corinthians, mesmo mantendo a invencibilidade em casa, com o placar de 2 a 2 nos 90 minutos, foi aos pênaltis e culminou na desclassificação do Corinthians no Campeonato Paulista.

O técnico Tite, que teve que poupar jogadores para esta partida, ponderou sobre o merecimento da equipe alvinegra e falou sobre o regulamento do Estadual, que dificulta a temporada dos melhores times. Ainda sobre a eliminação, quando lembrado de que agora teria mais tempo para pensar na Libertadores, mostrou sua opinião.

"Não queria ter esse tempo, queria estar na final. Entendia que toda a campanha dessa equipe era merecedora. Mas o regulamento do campeonato se estabelece dessa forma. Enalteci o trabalho do Palmeiras. Não justifico situações, não sou desse perfil. Demorei para vir porque ficamos lambendo as feridas lá dentro do vestiário. Saímos da competição invictos. Nós tivemos um dia pra preparar essa equipe, porque o outro era de juntar os cacos da quinta-feira. Com a circunstância que foi, tudo o que estava ao nosso alcance, nós tentamos fazer. O benefício que ele traz, é um benefício que eu não gostaria", afirmou Tite em coletiva de imprensa após a partida.

Sempre enaltecendo o coletivo da equipe corinthiana, o treinador, quando questionado sobre a atuação do atacante Mendoza, disse: "Todos ganham, todos perdem, problema de um é problema de todos, acerto de um é acerto de todos. É trabalho de equipe. Ele está integrado à equipe. Não é do meu perfil individualizar a responsabilidade, e todos aqueles que colocavam uma responsabilidade individual é porque não conhecem o futebol como coletivo".

Ainda sobre o grupo, ressaltou: "Achamos que as equipes têm que ter grandes atuações, enquanto tem que olhar a média. Sou um cara mais comedido em relação ao desempenho da equipe. O vencedor tem uma característica: ele é persistente, corrigindo seus erros, mas também, sendo desclassificado, sabendo suas virtudes".

Mesmo prevendo as condições de continuar crescendo como equipe, Tite lembrou que o desgate foi uma grande dificuldade encontrada para esta partida.

"Nós íamos nos reunir com a direção. A mobilização era toda para o jogo do San Lorenzo, porém se houvesse o empate do jogo do São Paulo, alguns atletas poderiam ter sido poupados. Eu não posso ficar à mercê de escolher qual é o jogo mais importante", concluiu.

Veja Mais:

  • Avelar tende a receber nova chance como titular do Corinthians na capital paranaense

    Carlos joga 45 minutos pela Seleção Sub-20, e Corinthians deve ter Avelar contra Atlético-PR

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes