Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Por Meu Timão

Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Foto: Reprodução

Com o desinteresse cada vez maior da torcida São Paulina em ver os jogos do clube no Morumbi, uma promoção de ingressos foi lançada para ver a partida contra o Corinthians, pela Libertadores.

No "Peixe Urbano", site popular por descontos e compras coletivas, ingressos para o clássico da próxima quarta-feira entre os dois clubes estão sendo vendidos por R$249.90.

Classificado como líder, o Timão joga apenas para tentar se classificar melhor no ranking geral de líderes da Libertadores. Já o São Paulo precisa vencer o Corinthians para garantir a classificação ou depender de um tropeço do San Lorenzo diante do Danubio.

Até o momento, apenas 31 tickets foram vendidos na promoção são paulina no Peixe Urbano. Segundo a descrição do camarote, o espaço é apropriado para pais levarem seus bebês: "O local conta com berçário para trocar, amamentar e esquentar a papinha de bebês, além de brinquedão, autorama, zupa, carrossel infantil, miniquadra, área baby e casinha de boneca".

Veja Mais:

  • Gol de Balbuena abriu o placar nesta quarta-feira

    Balbuena e Pedrinho marcam, Corinthians despacha colombianos e avança na Sul-Americana

    ver detalhes
  • Embalado sob o comando de Carille, Timão alcançou marca obtida há 80 anos

    Corinthians de Carille iguala segunda maior invencibilidade da história alvinegra

    ver detalhes
  • Romero em ação contra o Fluminense, no Maracanã

    Fora contra o Patriotas, Romero vira dúvida para o duelo com o Flamengo na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Guilherme Arana segue no Corinthians

    Clube espanhol faz oferta milionária por Arana e se torna mais um a ouvir 'não' do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes