Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Por Meu Timão

Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Ingressos para o clássico do São Paulo contra o Timão são vendidos no Peixe Urbano

Foto: Reprodução

Com o desinteresse cada vez maior da torcida São Paulina em ver os jogos do clube no Morumbi, uma promoção de ingressos foi lançada para ver a partida contra o Corinthians, pela Libertadores.

No "Peixe Urbano", site popular por descontos e compras coletivas, ingressos para o clássico da próxima quarta-feira entre os dois clubes estão sendo vendidos por R$249.90.

Classificado como líder, o Timão joga apenas para tentar se classificar melhor no ranking geral de líderes da Libertadores. Já o São Paulo precisa vencer o Corinthians para garantir a classificação ou depender de um tropeço do San Lorenzo diante do Danubio.

Até o momento, apenas 31 tickets foram vendidos na promoção são paulina no Peixe Urbano. Segundo a descrição do camarote, o espaço é apropriado para pais levarem seus bebês: "O local conta com berçário para trocar, amamentar e esquentar a papinha de bebês, além de brinquedão, autorama, zupa, carrossel infantil, miniquadra, área baby e casinha de boneca".

Veja Mais:

  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes
  • Atlético-PR e Coritiba preferiram não realizar a partida e enfrentaram o modelo tradicional do futebol

    Unidos, rivais peitam a Globo e acabam barrados pela Federação Paranaense

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade pode ser afastado nesta segunda-feira

    Linha do tempo e opiniões de conselheiros: tudo sobre o tema impeachment no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians terminou a quarta rodada como líder do Grupo A

    Líder do Grupo A, Corinthians termina rodada um ponto atrás do líder geral

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes