Segundo Polícia Civil, facção ordenou chacina na Pavilhão 9

Segundo Polícia Civil, facção ordenou chacina na Pavilhão 9

Por Meu Timão

Polícia Civil continua com investigações sobre chacina na Pavilhão 9

Polícia Civil continua com investigações sobre chacina na Pavilhão 9

Arlindo José Negrão Vaz, delegado responsável pela apuração da chacina na sede da Pavilhão 9, afirmou que disputas envolvendo o tráfico de drogas foram responsáveis por levar uma facção criminosa, atuante dentro dos presídios, a ordenar o crime, que matou oito integrantes de uma das torcidas organizadas do Corinthians na noite do último sábado.

Além disso, o delegado afirmou que o crime foi cometido por três homens, e que dois deles já foram identificados. Assim, a Polícia Civil ressalta que o caso não tem ligação alguma com brigas de torcidas organizadas, apesar do ocorrido ter sido próximo ao clássico contra o Palmeiras.

Entre as vítimas da chacina estavam Ricardo Junior Leonel do Prado, de 34 anos, André Luiz Santos de Oliveira, de 29 anos, Mateus Fonseca de Oliveira, de 19 anos, Jhonatan Fernando Garzillo, de 21 anos, Marco Antônio Corassa Junior, de 19 anos, Mydras Schmidt, de 38 anos, Jonathan Rodrigues do Nascimento, de 21 anos e Fabio Neves Domingos, de 34 anos. Eles estavam na sede da organizada, pintando bandeiras para a partida do domingo quando foram surpreendidos pelos criminosos.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes