Corinthians pode ter ataque reserva mais uma vez no próximo jogo

Corinthians pode ter ataque reserva mais uma vez no próximo jogo

Por Meu Timão

Sheik pode ficar de fora do jogo contra o São Paulo

Sheik pode ficar de fora do jogo contra o São Paulo

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O ataque titular do Corinthians, que ficou de fora da partida contra o Palmeiras, com Emerson Sheik e Paolo Guerrero, poderá desfalcar o time novamente na próxima quarta-feira.

A ausência de Guerrero já é dada como certa. O atacante vem se recuperando rapidamente da dengue e chegou a ter alta do hospital mais cedo do que o previsto, mas não poderá atuar até a próxima semana.

Já Emerson Sheik é dúvida para a partida. Na manhã dessa segunda-feira o atleta não treinou e ficou apenas fazendo tratamento no joelho, no CT Joaquim Grava. Segundo Cléber Xavier, auxiliar de Tite, o mais provável é que o time entre em campo na quarta-feira com dois reservas no setor ofensivo:

"Guerrero já está fora e o Sheik é dúvida. A gente vai avaliar hoje, tem um tempo longo porque o jogo é quarta à noite e vamos ver. Mas temos uma esperança, mas, nesse momento, achamos que é difícil", disse o auxiliar.

Se Tite for obrigado a jogar mais uma vez sem Sheik e Guerrero, o mais provável é que ele repita a dupla que atuou contra o Palmeiras, com Stiven Mendoza e Vagner Love.

Veja Mais:

  • Jogadores do Corinthians comemoraram (e muito!) gol de Jadson na Arena do Grêmio

    Paulo Roberto dá show, Cássio pega pênalti, Corinthians vence Grêmio e dispara rumo ao hepta

    ver detalhes
  • Comemoração do pênalti defendido pelo Cássio

    Na redação da Band, Neto comemora pênalti defendido por Cássio: 'AQUI É CORINTHIANS P...'

    ver detalhes
  • Cássio foi eleito o melhor jogador do Corinthians na Arena do Grêmio

    Fiel destaca três corinthianos na vitória contra o Grêmio; Cássio recebe nota incrível

    ver detalhes
  • Mas foi Jadson quem mudou o placar na Arena Grêmio neste domingo

    Jogos de domingo chegam ao fim, e Corinthians abre vantagem impressionante na liderança

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes