Nesta quarta, exames definem retorno de Guerrero aos treinos

Nesta quarta, exames definem retorno de Guerrero aos treinos

Por Meu Timão

Guerrero ficou internado por quase uma semana com quadro de dengue

Guerrero ficou internado por quase uma semana com quadro de dengue

Foto: Reprodução/Instagram

Nesta quarta-feira, o torcedor corinthiano pode ter uma boa notícia em relação ao quadro de saúde do atacante Paolo Guerrero. O jogador passará por exames no CT Joaquim Grava e será avaliado pelo departamento médico e físico do Corinthians.

O principal exames será a medição de plaquetas no sangue. Se recuperando de dengue, o resultado precisa ser satisfatório para que o atacante seja liberado para retornar aos treinamentos. Caso não seja, ele deve permanecer por mais um período de repouso para evitar lesões e dores musculares.

Segundo o preparador físico do Timão, Fábio Mahseredjian, o jogador precisará de cerca de dez dias para recuperar a forma física após ser liberado aos treinos.

O jogador peruano foi internado no sábado, 11, pela manhã, com febre alta e fortes dores de cabeça. Após três dias de exames diários, foi constatado o quadro de dengue. De lá para cá, o atacante ficou fora de três partidas do Corinthians: Ponte Preta e Palmeiras, pelo Paulistão; e San Lorenzo, pela Libertadores.

Veja Mais:

  • Jogadores do Corinthians comemoraram (e muito!) gol de Jadson na Arena do Grêmio

    Paulo Roberto dá show, Cássio pega pênalti, Corinthians vence Grêmio e dispara rumo ao hepta

    ver detalhes
  • Comemoração do pênalti defendido pelo Cássio

    Na redação da Band, Neto comemora pênalti defendido por Cássio: 'AQUI É CORINTHIANS P...'

    ver detalhes
  • Cássio foi eleito o melhor jogador do Corinthians na Arena do Grêmio

    Fiel destaca três corinthianos na vitória contra o Grêmio; Cássio recebe nota incrível

    ver detalhes
  • Mas foi Jadson quem mudou o placar na Arena Grêmio neste domingo

    Jogos de domingo chegam ao fim, e Corinthians abre vantagem impressionante na liderança

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes