Contra São Paulo na Libertadores, Corinthians revive 'Amarilla' em noite polêmica

Corinthians Corinthians 0 x 2 São Paulo São Paulo

Libertadores 2015

Contra São Paulo na Libertadores, Corinthians revive 'Amarilla' em noite polêmica

Por Meu Timão

35 mil visualizações 351 comentários Comunicar erro

Sandro Meira Ricci expulsou Sheik e Mendoza em lances polêmicos e decidiu a partida

Sandro Meira Ricci expulsou Sheik e Mendoza em lances polêmicos e decidiu a partida

Foto: Reprodução

O Corinthians, já classificado para as oitavas de final da Libertadores, enfrentou o São Paulo no Morumbi na noite desta quarta. O jogo, valeria a definição do adversário na próxima fase para o Timão, mas também poderia significar a eliminação do rival.

Em campo após jogos decisivos da rodada, o Corinthians poderia terminar a partida com um dos três adversários possíveis para as oitavas: Atlético-MG - em caso de empate ou derrota por até um gol de diferença, Guaraní (PAR) - em caso de derrota por mais de dois gols e por fim, o Universitário Sucre em caso de vitória.

A vitória também significaria a segunda melhor campanha da competição, e por isso, mesmo sem poder contar com Guerrero, Tite escalou força máxima para o jogo. O Corinthians foi a campo com Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Ralf; Jadson, Elias, Renato Augusto e Emerson; Vagner Love.

Expulsão polêmica e time perdido

O primeiro tempo do jogo começou com o São Paulo levemente melhor, mas a diferença entre os dois times só ficou evidente depois de uma decisão polêmica do árbitro Sandro Meira Ricci. O juiz, que no último encontro com o Corinthians (o jogo contra o Flamengo, em setembro), já havia prejudicado o Timão, aplicou o cartão vermelho à Emerson Sheik.

A jogada que levou à expulsão começou com Rafael Tolói cometendo a falta e pisoteando Emerson. O atacante corinthiano não engoliu a agressão e devolveu - fora do lance - um pontapé no são paulo. Tolói fez drama, fingiu lesão e acabou cavando a expulsão de Sheik sem nem ao menos levar o amarelo.

Com um a menos, o Corinthians ficou perdido em campo e teve muita dificuldade para se remontar. A equipe segurou o time no campo defensivo, mas ficou desestruturado. Com o apoio da arbirtagem e a vantagem numérica o São Paulo cresceu e aos 31 minutos, Luis Fabiano abriu o placar. Michel Bastos fez o segundo aos 38 minutos.

Lambança em dobro

A segunda etapa começou com Mendoza no lugar de Vagner Love. O colombiano entrou em um Corinthians muito mais organizado que no primeiro tempo - apesar do homem a menos, parecia que o Timão iria conseguir mudar o resultado.

O que torcedores e jogadores corinthianos não contavam, porém, é com a "amarillada" de Sandro Meira Ricci. O juiz roubou a cena e protagonizou uma lambança absurda para prejudicar o Timão. Por volta dos 10 minutos da etapa, Luis Fabiano empurrou Mendoza e cometeu a falta.

O juiz, omisso, deixou o lance seguir, enquanto Mendoza - apanhando, levantou os braços para a proteção. E aí, Luis Fabiano atuou: o jogador fingiu ter sido agredido no rosto e levou o segundo amarelo. Meira Ricci puniu o são paulino, que simulou, com o amarelo - mas foi ainda mais duro com Mendoza, mesmo reconhecendo que a agressão foi inventada.

Assim, o Corinthians levou o segundo cartão da partida - e segundo vermelho! - em mais uma noite lamentável para o futebol brasileiro. Com dois a menos, Tite ainda tentou mexer na equipe e colocou Bruno Henrique no lugar de Jadson. Aos 25 minutos, Renato Augusto, visivelmente exaurido, deu lugar à Danilo.

Antes da partida acabar, Sandro Meira Ricci ainda distribuiu dois amarelos para jogadores do Corinthians: Elias e Danilo receberam o cartão. Aos 43 minutos, Centurión ainda fez outra cena: depois de pedalar para provocar os adversários, dividiu a bola com Elias e simulou ter recebido a terceira agressão - e ficou impune.

Com a "vitória", o São Paulo quebrou uma sequência de 26 jogos sem derrota e foi a primeira vez em oito anos que venceu o Corinthians no Morumbi. O resultado levou o Timão para o quarto lugar da Libertadores, e agora, o chaveamento colocará a equipe de Tite contra o Guarani do Paraguay.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e São Paulo

  • 1000 caracteres restantes