Jogo que eliminou Corinthians da Copa do Brasil sub-17 tem denúncia de manipulação da súmula

Jogo que eliminou Corinthians da Copa do Brasil sub-17 tem denúncia de manipulação da súmula

Por Meu Timão

Bilhete entregue ao árbitro Alexandre Vargas após a partida

Bilhete entregue ao árbitro Alexandre Vargas após a partida

Foto: Reprodução

Na noite da última quarta-feira, o Corinthians deu adeus a Copa do Brasil sub-17. A partida decisiva terminou em 1 a 0 para o Flamengo. No confronto, o árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus recebeu um pedido inesperado. Em um pedaço de papel rasgado e amassado, foi entregue nas mãos da arbitragem um apelo de fraude.

O assessor afastado da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), Mário Jorge Marques Guimarães, foi direto e solicitou: "Tira do nº 6 e põe no nº 5. O n° 6 é meu filho". O portal ESPN.com.br teve acesso ao bilhete, que será encaminhado à Comissão de Arbitragem da CBF.

Professor de educação física, Mário atuou durante quase 20 anos no futebol carioca e nacional, quando era assistente da Ferj e da CBF. Seu filho é o jogador Théo, da base do Flamengo. Por ter levado o cartão amarelo nesta partida, está fora da semifinal do campeonato, que será concorrida com o Vitória.

Narrando os fatos na súmula da partida, Alexandre Vargas afirmou que Mário já havia entrado no vestiário, antes do jogo, sem pedir autorização.

"Antes de iniciar a partida, o assessor de arbitragem da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, identificado como senhor Mário Jorge, entrou no vestiário da arbitragem, sem que fosse convidado, e, imediatamente, solicitei que se retirasse do recinto, e ele assim o fez. Porém, após o término da partida, este mesmo senhor entrou novamente no vestiário da arbitragem, sem que fosse convidado e, para a surpresa deste quarteto, solicitou que retirássemos a advertência dada para o atleta de número 6 do CR flamengo, senhor Théo Maia Marques de Oliveira, e colocássemos para o atleta de número 05, senhor Rafael Santos de Sousa, alegando que o atleta advertido fosse seu filho e que estaria suspenso com o cartão recebido", relatou o árbitro.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes