Del Nero quer rever cotas de TV para acabar com 'abismo' entre Corinthians e rivais

Del Nero quer rever cotas de TV para acabar com 'abismo' entre Corinthians e rivais

Por Meu Timão

Marco Polo Del Nero tomou posse no dia 16 de abril

Marco Polo Del Nero tomou posse no dia 16 de abril

Foto: Rafael Ribeiro / CBF

Há exatos doze dias na presidência da CBF, Marco Polo Del Nero já começa a propor mudanças significativas na gestão do futebol brasileiro. Além da possível modificação no regulamento da Copa do Brasil, como o Meu Timão já informou, o ex-presidente da Federação Paulista de Futebol quer acabar com o 'abismo' existente entre os dois times que mais recebem pelos direitos de transmissão, Corinthians e Flamengo, e rivais da Série A do Brasileirão.

'Eu tenho o interesse de resolver o problema de 18 clubes que sentem uma diferença muito grande em relação ao Flamengo e ao Corinthians', declarou Del Nero, em entrevista ao portal ESPN.com.br. 'Vamos tirar do Flamengo e do Corinthians? Não, não podemos tirar de quem está bem', tranquilizou o dirigente.

Atualmente, a divisão de cotas é a seguinte: cerca de R$ 110 milhões pagos ao Timão e ao clube carioca. Em segundo, aparece o São Paulo, que fatura R$ 30 milhões a menos do que o Alvinegro. Já o Santos recebe pouco mais da metade do que embolsa o clube do Parque São Jorge

'O que nós podemos fazer é buscar aumentar a cota desses 18 clubes. Me preocupa muito (a diferença de verbas). O abismo é muito grande. A gente tem de resolver esse problema', completou o presidente da CBF, acrescentando ainda que não há uma proposta formal de revisão dos valores.

Confira a atual divisão de cotas de TV

De 2012 a 2015

Grupo 1 – Flamengo e Corinthians: R$ 110 milhões
Grupo 2 – São Paulo: R$ 80 milhões
Grupo 3 – Vasco e Palmeiras: R$ 70 milhões
Grupo 4 – Santos: R$ 60 milhões
Grupo 5 – Cruzeiro, Atlético Mineiro, Grêmio, Internacional, Fluminense e Botafogo: R$ 45 milhões
Grupo 6 – Coritiba, Goiás, Sport, Vitória, Bahia e Atlético Paranaense: R$ 27 milhões

De 2016 a 2018

Grupo 1 – Flamengo e Corinthians: R$ 170 milhões
Grupo 2 – São Paulo: R$ 110 milhões
Grupo 3 – Vasco e Palmeiras: R$ 100 milhões
Grupo 4 – Santos: R$ 80 milhões
Grupo 5 – Cruzeiro Atlético Mineiro, Grêmio, Internacional, Fluminense e Botafogo: R$ 60 milhões
Grupo 6 – Coritiba, Goiás, Sport, Vitória, Bahia e Atlético Paranaense: R$ 35 milhões

Fonte: Trivela.uol.com.br

Veja Mais:

  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Oswaldo comandou atividades desta segunda-feira

    Oswaldo esboça Corinthians para duelo com Cruzeiro; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes
  • Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes