Tite fica em dúvida em lance de Fábio Santos e se diz 'sentido' por eliminação

Tite fica em dúvida em lance de Fábio Santos e se diz 'sentido' por eliminação

Por Meu Timão

Técnico Tite disse que não é momento de fugir da responsabilidade

Técnico Tite disse que não é momento de fugir da responsabilidade

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O técnico Tite costuma ser muito sincero após os jogos. Dessa vez não foi diferente. Alguns jogadores deixaram o gramado falando sobre ter foco no Brasileirão, na Copa do Brasil, porém, para Tite esse não é o momento de fugir da responsabilidade.

"A bola está quicando para desviar o foco, mas devo dizer que estou sentido em relação a essa eliminação. Queríamos dar alegria ao torcedor e não vamos fugir dessa responsabilidade. Projeções são sempre possíveis de fazer, mas tem de ter muita calma. Não é o momento, é o momento de fazer uma análise geral. Elogios quando são devidos, críticas quando são devidas", declarou, em coletiva de imprensa após a derrota.

O Corinthians entrou em campo precisando marcar três gols para garantir a classificação direta. Nos primeiros minutos, a possibilidade pareceu real.

"Tivemos um primeiro tempo apressado demais, definindo sem a articulação. Depois tivemos um volume grande, com 14, 15 finalizações, cinco delas no gol, algumas muito claras. No segundo tempo, buscamos mais um jogador de área e um de velocidade pelo lado, dando mais liberdade ao Guerrero. Mas com sete, oito minutos, você tem uma expulsão e tudo cai", lamentou.

Mesmo considerando o momento da expulsão crucial para o resultado, o técnico Tite prefere não justificar a eliminação com isso.

"Confesso que assisti ao lance do Fábio Santos muitas vezes, ele gera muitas, muitas dúvidas. Falei para ele tirar as próprias conclusões. Não é querer justificar. Não conseguimos traduzir em gols os bons momentos que tivemos, e as expulsões tornam um outro jogo. Há uma frustração minha em termos disciplinares. Não foi o nosso normal", disse.

"Temos de ter muito cuidado, senão fazemos as coisas em cima do emocional. Futebol não é assim, ele tem um outro componente, de estruturação. Não estou falando só de mim, nem de defesa de um trabalho. A construção da equipe tem erros, acertos... Queríamos dar aos torcedores essa alegria. Mas tem de saber tomar as pancadas, gemer e suportar as críticas", completou.

Veja Mais:

  • Alan Santos tem conversas avançadas com Corinthians

    Corinthians negocia contratação de volante do Coritiba, diz portal

    ver detalhes
  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians encara o Cruzeiro neste domingo, no Mineirão

    Resultado no Mineirão vale mais que os três pontos para Corinthians e Cruzeiro; entenda

    ver detalhes
  • Walter prestará homenagem a Danilo em suas luvas

    Walter usará luva personalizada em tributo a ex-goleiro da Chapecoense Danilo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes