Derrota do São Paulo não ameniza eliminação corinthiana, diz presidente

Derrota do São Paulo não ameniza eliminação corinthiana, diz presidente

Por Meu Timão

Roberto de Andrade atestou sua atenção exclusiva com o Corinthians

Roberto de Andrade atestou sua atenção exclusiva com o Corinthians

Foto: Divulgação

Antes do início da partida contra o Guaraní-PAR, os torcedores presentes na Arena Corinthians foram informados da eliminação do São Paulo pelo Cruzeiro, também na Libertadores.

Mesmo tensa com a partida, ainda sem saber que também ficaria de fora das quartas de final da competição sul-americana, a torcida alvinegra não conteve a euforia com o resultado obtido pelo rival. No entanto, o presidente Roberto de Andrade mostrou-se focado com o próprio clube.

"Isso não tem nada a ver. Eu não torço para o São Paulo, não sou são paulino. Sou corinthiano e me preocupo com o Corinthians. Com o São Paulo, quem tem que se preocupar são os são paulinos e não eu", destacou o presidente do Corinthians.

Sobre o rival paraguaio, até então desconhecido para o Timão e seus torcedores, não diminuiu a importância do confronto.

"Se você perguntar para mim se você preferiria enfrentar o Guaraní do Paraguai, o São Paulo ou o Flamengo, é lógico que você vai falar o Guaraní do Paraguai, mas não porque você esta diminuindo o Guaraní do Paraguai. É porque a gente sabe como é enfrentar um time de torcida e um time grande, com uma rivalidade local", comentou.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Luidy foi nomeado o melhor jogador do estado de Alagoas em 2016

    Reforço do Corinthians é eleito melhor jogador do ano em AL

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes