Andrés revela que Timão já possui valor da primeira prestação da Arena Corinthians

47 mil visualizações 152 comentários

Por Meu Timão

Ex-presidente do Corinthians, Andrés foi um dos responsáveis pela construção do estádio de Itaquera

Ex-presidente do Corinthians, Andrés foi um dos responsáveis pela construção do estádio de Itaquera

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A diretoria do Timão já se prepara para quitar a primeira parcela do financiamento da Arena Corinthians, inaugurada há um ano, junto à Caixa Econômica Federal. Com R$ 100 milhões a vencer em julho, o superintendente de futebol Andrés Sanchez revelou que o clube já possui o valor da parcela, além de todos os Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs) já liberados pela Prefeitura de São Paulo.

“Em agosto desse ano começa a primeira prestação, já tem dinheiro para pagar. Agora, temos que trabalhar para se concretizar os naming rights, conseguir revender os CID´s que já foram liberados, aí a parte financeira já se completa. A prefeitura já liberou todos os CID´s, agora é achar os clientes, apesar que tem aquele processo no Ministério Público que atrapalha um pouco. Mas a Odebrecht já está comprando uma parte, outras empresas estão comprando", afirmou Sanchez, em entrevista à Rádio Globo nesta segunda-feira.

Desde a estreia contra o Figueirense, em maio de 2014, toda a arrecadação em jogos do Timão foi contabilizada ao fundo Arena FII, administrado pela Odebrecht e pela Caixa Econômica Federal para o pagamento do estádio.

No último dia 6, o Meu Timão já havia informado a venda de dois CID's à construtora da Arena. Os incentivos fiscais, avaliados em R$ 420 milhões, servirão para quitar parte da Arena Corinthians, avaliada em R$ 1,150 bilhão. Ainda de acordo com o ex-presidente, o clube poderá antecipar o pagamento dos R$ 730 milhões restantes do estádio situado em Itaquera.

“Isso está mantido, pode pagar em seis ou sete anos. Precisa ver se interessa, o Corinthians terá arrecadação para pagar isso. Agora vamos aguardar, porque nós temos 12 anos para pagar, e vai da presidência do clube querer pagar antecipadamente ou não”, explicou Andrés, que reconheceu os atrasos na construção da casa corinthiana, além da incerteza dos direitos de nome do estádio.

“Tem um Corinthians antes da Arena e depois da Arena. É obvio que atrasou a obra um pouco, a gente não vendeu os naming rights ainda, que estão em negociação. Os camarotes, as cadeiras cativas que começaram a alugar agora há 15 dias. Agora, bilheteria de público está excelente e a gente só tem a agradecer à torcida do Corinthians”, completou.

Veja Mais:

  • Nesta segunda-feira, Sylvinho completa quatro meses no cargo de treinador do Corinthians; pressão de parte da torcida é enorme nas redes sociais

    Pressionado para sair, Sylvinho completa quatro meses como treinador do Corinthians; Dérbi vem aí

    ver detalhes
  • Na temporada atual, Corinthians apresenta pior aproveitamento desde a inauguração da Neo Química Arena em 2014

    Corinthians mantém pior média da Neo Química Arena da história e é o terceiro pior mandante do BR-21

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians volta ao CT Joaquim Grava na tarde desta segunda-feira

    Agenda do Corinthians: Dérbi em dose tripla, compromissos na base e no basquete

    ver detalhes
  • Contratos assinados pelos clubes com TV Globo e Turner serão cumpridos até 2024

    Presidente Jair Bolsonaro sanciona Lei do Mandante, mas veta um artigo; veja o que muda

    ver detalhes
  • Giuliano marcou o gol de empate do Corinthians diante do América-MG

    Giuliano 'rouba' noite de Willian e Corinthians empata com o América-MG pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Giuliano foi eleito o melhor jogador da partida contra o América-MG neste domingo

    Giuliano é eleito o melhor do Corinthians contra o América-MG; Sylvinho beira o zero

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x