Dirigente do Goiás critica: 'Se fosse o Roberto sentiria vergonha'

Dirigente do Goiás critica: 'Se fosse o Roberto sentiria vergonha'

Por Meu Timão

48 mil visualizações 331 comentários Comunicar erro

Dirigente do Goiás critica presidente Roberto de Andrade por causa de dívidas do Corinthians

Dirigente do Goiás critica presidente Roberto de Andrade por causa de dívidas do Corinthians

Daneil Augusto Jr/Agência Corinthians

A crise financeira do Corinthians já virou notícia no Brasil todo e agora está sendo comentada até por dirigentes de outros clubes. O presidente do Conselho Deliberativo do Goiás, Hailé Pinheiro, criticou duramente a atual situação do alvinegro e afirmou que sentiria vergonha de aparecer nos jogos, caso fosse o presidente Roberto de Andrade.

" O Goiás é um time modesto, barato, que estamos dando conta de pagar. É melhor estar assim, ser pé no chão, do que ficar devendo sete meses de direitos de imagem para os jogadores, igual o Corinthians, por exemplo", disse Pinheiro, em entrevista à Rádio 730.

"Administrar bem é fazer uma gestão segura, sem jogar para a torcida. Sentiria vergonha se fosse presidente do Corinthians (Roberto de Andrade) e estivesse devendo sete meses aos jogadores. Nem comparecia aos jogos", completou.

O Corinthians enfrenta o o Goiás na 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 5 de julho, no Serra Dourado. A diretoria alvinegra já confirmou o pagamento de parte dos direitos de imagens atrasados e agora trabalha para conseguir outro empréstimo para deixar tudo em dia com os jogadores. É válido lembrar que os salários dos atletas estão todos em dia.

Veja Mais:

  • Corinthians de Fábio Carille deve chegar reforçado para temporada de 2019

    Retorno de Carille turbina padrão do Corinthians no mercado da bola; veja listas e compare

    ver detalhes
  • Thiago Neves desperta interesse no Corinthians

    Corinthians formaliza interesse em Thiago Neves e Sassá, relata Cruzeiro

    ver detalhes
  • Ramiro foi peça importantes nos últimos títulos do Grêmio

    Pai de Ramiro revela conversas adiantadas com o Corinthians e fala em acerto ainda nesta semana

    ver detalhes
  • Matias Ávila, diretor financeiro, e Roberto Gavioli, gerente financeiro, em coletiva nesta quarta-feira

    Corinthians confirma déficit em 2018, mas prevê explosão de receitas com TV e patrocínios

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes