Após repercussão negativa na venda de Cassini, Corinthians cobra Tite e Edu Gaspar

Após repercussão negativa na venda de Cassini, Corinthians cobra Tite e Edu Gaspar

Por Meu Timão

Tite e Edu Gaspar foram cobrados após provável venda de Matheus Cassini

Tite e Edu Gaspar foram cobrados após provável venda de Matheus Cassini

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians está perto de perder Matheus Cassini, uma das grandes revelações das categorias de base alvinegra, para o Palermo, da Itália. Mesmo que as chances tenham diminuído entre o início da semana e essa quinta-feira, já que o time italiano indicou que quer pagar o negócio em duas parcelas e o Timão negou, a provável venda já recaiu sobre o técnico Tite.

Em uma reunião entre a diretoria e a comissão técnica, o treinador teria sido cobrado para que aproveite melhor os jogadores da base. A cobrança, que partiu inicialmente do superintendente Andrés Sanchez, também foi feita ao gerente de futebol Edu Gaspar. As informações são do UOL Esporte.

As manifestações contra a venda do meia assustaram à diretoria. Os torcedores se colocaram contra e chegaram até a criar uma espécie de campanha com #FicaCassini. Para a diretoria, a falta de aproveitamento dos jogadores da base é um dos motivos para a saída de Matheus Cassini.

Essa, no entanto, não é a primeira vez que o treinador é cobrado pelo mesmo motivo e por Andrés Sanchez. Em 2011, quando ainda era presidente, fez cobranças duras internamente ao fato de Tite não usar jogadores da base. Nos anos seguintes, durante o mandato de Mário Gobbi, Andrés criticou o mesmo fato em diversas entrevistas.

Na noite desta terça-feira, quando as notícias sobre Cassini dominaram o noticiário, Andrés voltou a reclamar publicamente sobre o não uso dos jovens da base. No seu Twitter, escreveu: "Tbm não damos tempo pro garoto faz dois jogos ruim e todos metem o pau e dificil".

No início dessa temporada, o técnico Tite promoveu alguns jogadores da base ao elenco profissional depois de se destacarem na Copa São Paulo. Entre eles, Guilherme Arana, Rodrigo Sam, Marciel, Tocantins e Matheus Cassini. Desses, apenas Sam teve uma oportunidade no Campeonato Paulista e Arana e Tocantins já foram emprestados.

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes