Depois de não do Corinthians, Sheik já tem seis propostas de outros clubes

Depois de não do Corinthians, Sheik já tem seis propostas de outros clubes

Por Meu Timão

Emerson Sheik já teria seis propostas de clubes brasileiros

Emerson Sheik já teria seis propostas de clubes brasileiros

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Se depender do empresário do atacante Emerson Sheik, ele não ficará um dia sem clubes após o fim do seu vínculo com o Corinthians. Segundo Reinaldo Pitta, assim que o presidente Roberto de Andrade anunciou, nesta sexta-feira, que não renovaria o contrato de Sheik, seu telefone não parou de tocar.

“Já tem seis clubes querendo o Sheik. Arranjo clube para ele da noite para o dia', prometeu o empresário, ao colunista Jorge Nicola.

Com um bom relacionamento com o Timão, Reinaldo Pitta disse entender a decisão da diretoria alvinegra. “Trabalho há 30 anos com o Corinthians. Eles têm todo o direito de tomarem esse caminho. Já o Sheik vai seguir sua história em outro lugar", disse.

O empresário preferiu não revelar os nomes dos clubes interessados, mas deu a entender que o atacante deve permanecer no futebol brasileiro, mesmo que precise, para isso, diminuir o salário. No Corinthians, Sheik ganha R$ 517 mil por mês.

O contrato do atacante com o Timão é válido até 31 de julho, mas o clube já declarou que aceita dispensá-lo antes, caso ele queira assinar com outro clube, sem custos.

Veja Mais:

  • Dupla Jô-Rodriguinho já não se mostra mais tão efetiva quanto em outros tempos

    Corinthians leva dois gols de bola área, perde do Botafogo e fica pressionado no Brasileirão

    ver detalhes
  • Clayson falou com a imprensa brevemente: 'Não foi nada demais'

    Atacante do Corinthians é conduzido por policiais a prestar esclarecimentos no Rio

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille perdeu do Botafogo na noite dessa quarta-feira

    Torcida 'perdoa' cinco jogadores e dá pior nota a Carille após derrota do Corinthians no Rio

    ver detalhes
  • Acorda, presidente!

    [Walter Falceta] Acorda, presidente!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes