Estafe de Guerrero se diz 'surpreso' com declarações da diretoria e contesta: 'Decisão bilateral'

Estafe de Guerrero se diz 'surpreso' com declarações da diretoria e contesta: 'Decisão bilateral'

Por Meu Timão

Guerrero acertou sua saída do Corinthians nesta quarta-feira

Guerrero acertou sua saída do Corinthians nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

A OTB Sports, empresa que agencia a carreira de Paolo Guerrero, emitiu uma nota oficial sobre a rescisão do atacante com o Corinthians. Segundo o comunicado, as últimas declarações da diretoria do Timão "colocam única e exclusivamente na conta do jogador a responsabilidade pela decisão".

Na manhã desta quarta-feira, a cúpula corinthiana divulgou que o peruano não fazia mais parte do elenco. De acordo com o gerente de futebol Edu Gaspar, a saída antecipada foi um pedido do próprio jogador. "Ontem (terça-feira) o presidente recebeu uma ligação do empresário do do atleta explicando o desconforto dele dentro do clube e pedindo uma liberação... Foi um pedido do atleta e nós acatamos. Queremos atletas aqui de corpo e alma", revelou Edu.

A versão do estafe de Guerrero, no entanto, é diferente. "... infelizmente, é da natureza do ser humano, no futebol e na vida, o hábito de transferir a culpa, não podemos nos furtar de colocar a verdade: o clube anuiu com a saída do atleta para aliviar suas finanças. Decisão bilateral que não pode e não será atribuída somente ao jogador, como insistem em fazer parecer", diz a nota.

O artilheiro peruano tinha contrato com o Corinthians até 15 de julho. Com sua rescisão antecipada, o Timão deverá economizar cerca de R$ 800 mil - um mês e meio de sálarios do ex-camisa 9.

Confira a nota oficial na íntegra

A OTB SPORTS, braço da Think Ball & Sports Consulting, através de seus sócios Bruno Paiva, Marcelo Goldfarb e Marcelo Robalinho, e do diretor executivo Fernando Paiva, se faz da presente para esclarecer a saída de Paolo Guerrero do Sport Club Corinthians Paulista. .

Nos últimos meses, o atleta jogou com salários atrasados, esperou pela renovação que não vinha e abriu mão de melhores ofertas. Atuou com seu contrato à beira do fim, sob natural risco de lesão e não tirou o pé das divididas.

Foi quando, finalmente, entendeu que não haveria forma de permanecer. A instituição passa por um replanejamento financeiro e nem mesmo o empenho do presidente Roberto de Andrade, da OTB SPORTS e do próprio Paolo, foram capazes de superar a barreira econômica.

Diante do cenário, clube, empresa e jogador, decidiram em comum acordo pelo fim do ciclo. Entendeu-se por todos que a saída de Guerrero era o melhor para as partes. Para quem não pode pagar e para quem precisa receber.

Nos surpreende as recentes declarações, que colocam única e exclusivamente na conta do jogador a responsabilidade pela decisão. Mesmo cientes de que, infelizmente, é da natureza do ser humano, no futebol e na vida, o hábito de transferir a culpa, não podemos nos furtar de colocar a verdade: o clube anuiu com a saída do atleta para aliviar suas finanças. Decisão bilateral que não pode e não será atribuída somente ao jogador, como insistem em fazer parecer.

Paolo se despede do Corinthians após 03 anos de conquistas e realizações. O jogador agradece ao clube e, principalmente, aos milhões de torcedores. Para cada um deles, um abraço especial e o carinho recíproco que levará para o resto da vida.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes