Filho de Tite se prepara para tornar-se técnico: 'Tenho em casa o melhor professor'

Filho de Tite se prepara para tornar-se técnico: 'Tenho em casa o melhor professor'

Por Meu Timão

1.3 mil visualizações 61 comentários Comunicar erro

Matheus Bacchi já foi auxiliar técnico do Caxias

Matheus Bacchi já foi auxiliar técnico do Caxias

Divulgação

Aos 26 anos, Matheus Bacchi, filho do técnico Tite, já estudou Ciência do Exercício pela Carson Newman University, em Jefferson City, e foi auxiliar técnico do Caxias, durante o último Campeonato Gaúcho. Em passagem pela Europa, Matheus está seguindo os passos de seu pai e estudou o trabalho de clubes renomados, a fim de, um dia, tornar-se técnico de futebol.

Para completar o processo e chegar ao auge, o jovem sabe que deverá, algum dia, tornar-se assistente do próprio pai.

"Eu já me sinto preparado e sei que ele (Tite) acredita que eu esteja. Enquanto não aparece essa oportunidade, vou me especializando. Tenho certeza de que serei muito exigido por ele. Ele sabe o peso que vamos carregar, que eu serei indagado por ser filho dele, vão desconsiderar o que eu aprendi, minha capacitação, meus estudos. Mas eu vou estar preparado", disse Matheus em entrevista ao GloboEsporte.com.

Na viagem, assistiu três jogos, acompanhou treinos e foi recebido por ninguém menos que Neymar. Entre as partidas que pôde presenciar, estava o primeiro jogo da semifinal da Liga dos Campeões, que terminou com a vitória do Barcelona por 3 a 0 sobre o Bayern de Munique. Antes disso, acompanhou os treinamentos e mostrou-se surpreso com o nível de preparação da equipe espanhola.

"Não peguei uma semana cheia, mas vi muita coisa em campo reduzido, atividades de no máximo uma hora e 15 minutos com altíssima intensidade. Jogos de posse de bola e posicionais, os jogadores não ficavam livres num quadrado, se mexendo para tudo quanto é lugar", contou.

Os outros dois jogos assistidos foram a vitória da Juventus sobre a Internazionale, na Itália, e a também vitória do Olympique de Marselha sobre o Monaco, na França. De volta ao Brasil, comparou-se ao próprio pai quando questionado sobre a bajulação de tantos jogadores renomados.

"Sou meio que nem o pai, não gosto de ficar pedindo para tirar foto. Sou meio tímido, prefiro observar e extrair tudo que eu puder do trabalho deles", afirmou.

Quanto à eliminação do Corinthians na Libertadores enquanto estava fora, falou sobre a reação de Tite: "Sei como ele fica sentido, bravo, triste. A gente não esperava, mas às vezes acontece para abrir outro caminho. Ele sentiu bastante, mas já conseguiu deixar isso um pouco de lado para mirar o que tem pela frente e se readaptar ao que está acontecendo".

Em casa, como os assuntos de interesse são os mesmos, a relação com o pai, que é tido como um grande exemplo, é boa.

"Ainda não consigo me enxergar como treinador, mas como auxiliar sei que já estou capacitado. Tenho em casa o melhor professor que eu poderia escolher. Eu converso, discuto, incomodo, encho o saco dele. Quando não concordo, ele fica incomodado, expõe o lado dele e eu o meu (risos)", revelou.

Decidido em continuar se aperfeiçoando no esporte, concluiu: "Futebol é apaixonante, viciante demais. Agora vou ficar inquieto, procurar cursos, ver se aparece uma oportunidade de passar por outros clubes para acompanhar o trabalho de técnicos. Não importa aonde, sempre se tira ideias. Já pensei na Universidade do Futebol, em Viçosa, no curso da Uefa. Mas o que eu quero é trabalhar".

Veja Mais:

  • Maior campeão, com dez títulos, Timão tenta ser um dos semifinalistas da Copa São Paulo

    Corinthians pega Grêmio por vaga na semifinal da Copinha; saiba tudo

    ver detalhes
  • Timão divulga primeira relação de atletas inscritos no Estadual; lista ganhará novos jogadores

    Paulistão: Corinthians inscreve 19 nomes e reserva vagas a reforços; veja relação

    ver detalhes
  • Matias abraça Ricardo Bueno, para quem deu assistência em goleada do Ceará no Castelão

    Emprestado pelo Corinthians, Matheus Matias estreia pelo Ceará com assistência e até gol inválido

    ver detalhes
  • Manoel posa com manto na sala de imprensa do CT; defensor é a oitava contratação para 2019

    Manoel recebe conselho de Mano e diz quando deve estar pronto para estrear no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes