'Afilhado' de Sheik marca gol na semi do Mundial e se destaca no sub-17 do Corinthians

'Afilhado' de Sheik marca gol na semi do Mundial e se destaca no sub-17 do Corinthians

No Corinthians desde 2010, o jovem Léo Jaba vem sendo um dos principais destaques do Corinthians na disputa do Mundial de Clubes Sub-17. Com apenas 16 anos, o atacante já marcou dois gols na competição, sendo um deles muito importante para a classificação a final.

Na tarde desta sexta-feira, Léo abriu o placar, com apenas dois minutos de jogo, contra o Barcelona. A rapidez do gol mudou o clima da partida e iniciou a goleada em cima do time Espanhol (3x0) que resultou na classificação para a final do Mundial. A atuação, aliás, foi comemorado em uma publicação no Instagram.

"Momento inexplicável, estou muito feliz pela grande partida de hoje, quero parabenizar a toda equipe pelo excelente jogo , e Graças a Deus pude ajudar minha equipe com um gol e estamos na grande final, Fé em Deus que dará tudo certo, agradeço a todos que torceram por Nós. Corinthians 3x0 Barcelona", escreveu o jogador.

Além deste gol, Léo já tinha feito o terceiro da vitória por 3 a 1 contra o Atlético Nacional, na classificação do time as quartas. O mesmo Atlético, aliás, que será o adversário do Timão na final, neste domingo, às 15h30.

As boas atuações de Léo já estão fazendo ele colher frutos. Desde os 14 anos, o atacante é convocado para as seleções de base (Sub-15 e Sub-17). No final do ano passado, Jabá assinou seu primeiro contrato profissional com o Corinthians, com validade de três anos.

Com os buracos deixados no ataque alvinegro após as saídas de Guerrero e futuramente a de Sheik, especula-se que o técnico Tite poderia dar chances aos jogadores da base. Gabriel Vasconcelos, artilheiro da última Copinha, está na fila para uma chance. No entanto, Jabá também pode ser aproveitado pelo técnico, nem que seja só para treinar com a equipe principal e ganhar mais experiência.

Experiência, aliás, que o jovem conta com uma ajuda especial para adquirir. Ele é apadrinhado justamente por Emerson Sheik. Quando tinha apenas 14 anos, descobriu que era amigo do sobrinho do jogador, que o apadrinhou e seguiu dando conselhos ao jovem.

Veja Mais:

  • Guilherme pode perder clássico em Itaquera

    Opção no sábado, Guilherme vira preocupação para Dérbi; goleiro retorna

    ver detalhes
  • Camacho vai ficar com a família no Rio de Janeiro

    Após perder o pai, Camacho é liberado e está fora do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Jadson atuou por cerca de 45 minutos e tem chances de pegar o Palmeiras

    Jadson é titular em jogo-treino do Corinthians, mostra desenvoltura e pode ser opção no clássico

    ver detalhes
  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes