Irmão de Romero revela o que motivou o paraguaio a seguir na briga pela titularidade

Irmão de Romero revela o que motivou o paraguaio a seguir na briga pela titularidade

Por Meu Timão

Romero será titular contra o Palmeiras, neste domingo

Romero será titular contra o Palmeiras, neste domingo

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Ángel Romero está confirmado no ataque titular do Corinthians que enfrenta o Palmeiras, neste domingo, na Arena, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A situação parece até inacreditável, já que há algumas semanas, o paraguaio era apenas a sétima opção do técnico Tite para o ataque alvinegro. O que mudou?

Segundo o irmão do atleta, o paraguaio ganhou uma nova motivação para seguir buscando ainda mais uma chance entre os 11 jogadores principais. No início do mês, o atacante viu toda a equipe do Corinthians embarcar rumo ao Paraguai, seu país de origem, e ele ficou no Brasil. Não foi nem relacionado para o duelo contra o Guaraní.

A situação o chateou e ele recorreu ao irmão mais velho, Ariel, que também é jogador de futebol.

"O Ángel sempre foi um garoto muito tranquilo, que nunca reclamou de nada. O que mais lhe deixou chateado no Corinthians foi não ter vindo ao Paraguai para o jogo contra o Guaraní. Demos muita força para ele, que passou a nos ligar todos os dias. Ele nunca quis deixar o clube, mesmo com as dificuldades", contou Ariel, em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com.

O corte na viagem, que representava a chance do atacante jogar novamente diante do seu povo, deu uma nova motivação ao atacante. Mais dedicado, ele ficou no banco contra o Cruzeiro, na estreia do Brasileirão, teve a chance de entrar no segundo tempo e marcou o gol da vitória alvinegra.

"Nos falamos quase todos os dias. Depois do gol, ele estava muito mais animado, dizia que não parava de sorrir. Se o Ángel continuar assim, com essa característica, terá muito a fazer pelo Corinthians. Acho que ficar fora do jogo no Paraguai deixou meu irmão mais motivado", destacou Ariel.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes