Secretaria de Segurança Pública faz balanço de novas medidas antiviolência no Dérbi

Secretaria de Segurança Pública faz balanço de novas medidas antiviolência no Dérbi

Por Meu Timão

940 visualizações 7 comentários Comunicar erro

Delegacia móvel foi instalada na porta da Arena Corinthians neste domingo

Delegacia móvel foi instalada na porta da Arena Corinthians neste domingo

Foto: Divulgação

O Corinthians pode ter perdido o clássico contra o Palmeiras no último domingo, porém, a partida marcou um dia importante para o avanço no futebol brasileiro. A Secretaria de Estado da Segurança Pública adotou novas medidas antiviolência nos estádios e elas começaram a ser executadas no Dérbi.

Esse foi o primeiro jogo que contou com as novas medidas e a atuação da unidade da Divisão Especial de Atendimento ao Turista (Deatur). O resultado foi positivo. Cambistas e torcedores que atiraram objetos no gramado foram detidos e julgados no mesmo dia.

Entre as novas medidas está a delegacia móvel e o novo Anexo Judicial de Defesa do Torcedor, que possuem como meta reduzir o número de casos de violência relacionados ao futebol.

Anexo Judicial de Defesa do Torcedor - Durante a partida, nove pessoas foram detidas na Arena Corinthians, em Itaquera, zona leste da capital. Dessas, seis foram sentenciadas a fazer trabalhos voluntários em instituições públicas. Houve flagrante de sete cambistas por investigadores da delegacia móvel da Deatur, do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade).

Desse grupo, cinco cambistas e um torcedor do Corinthians já foram julgados pelo Anexo Judicial de Defesa do Torcedor e terão de cumprir três meses de serviços comunitários no Instituto Médico Legal e no Corpo de Bombeiros, como medida restritiva de comparecimento a estádios. Um torcedor não quis ser autuado pelo Estatuto de Defesa do Torcedor e irá responder a processo judicial.

Cela em ônibus - Dois torcedores alvinegros pegos atirando objetos no campo e em uma policial militar também foram detidos por agentes da Base da Delegacia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade), do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que funciona dentro da Arena, em um ônibus. O veículo ficou estacionado em uma das entradas do estádio. Utilizado na Copa do Mundo 2014, na Fórmula 1 e em grandes eventos, o veículo é equipado para atender ocorrências de polícia judiciária.

Entenda o Anexo Judicial de Defesa do Torcedor

A pessoa detida durante os jogos de futebol será julgada pelo Anexo Judicial de Defesa do Torcedor, criado no mês passado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. O Anexo será responsável pelo processo e julgamento de todos os crimes relacionados ao futebol ou a torcidas organizadas da capital, mesmo que os delitos não ocorram no mesmo dia ou no horário dos jogos.

Instalado nas dependências do Fórum Criminal Ministro Mário Guimarães, na Barra Funda, o setor atende aos crimes conexos aos previstos no Estatuto de Defesa do Torcedor, praticados em jogos de futebol ou em decorrência deles, como, por exemplo, lesão corporal de natureza grave e associação de pessoas para a prática de crimes.

“O juizado do Anexo recebe reclamações referentes ao não cumprimento dos direitos previstos no Estatuto de Defesa do Torcedor – atuação de cambistas, queixas sobre ingressos falsos, falta de lugares nos estádios e brigas, entre outros. No local podem ser realizadas rápidas audiências relacionadas a infrações penais de menor potencial ofensivo (com pena de até dois anos de reclusão), buscando acordos e evitando ações judiciais”, explica José Zoéga Coelho, juiz titular do Anexo do Torcedor. A partir de agora, o promotor, o juiz e a polícia atuarão em conjunto – desde a investigação até a execução da pena.

Veja Mais:

  • Pedrinho pode estar de saída do Corinthians

    Empresário de Pedrinho desabafa, agradece Fiel e diz: 'Ciclo dele no Corinthians acabou'

    ver detalhes
  • Corinthians vem de derrota para o Santos no Brasileirão

    Em seu pior turno na história, Corinthians mira nove finais para evitar tragédia no Brasileiro

    ver detalhes
  • Corinthians de Jonathas não conseguiu vencer o Cruzeiro nesta quarta-feira

    VAR tem noite terrível, Corinthians é derrotado na Arena e perde título da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Emerson Sheik foi eleito pela Fiel o melhor em campo na derrota do Corinthians para o Cruzeiro

    Mais velho e mais novo do Corinthians são eleitos os melhores da final da Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes