Zagueiro revelado na base do Timão vira seu próprio 'dono' e dá reviravolta na carreira

Zagueiro revelado na base do Timão vira seu próprio 'dono' e dá reviravolta na carreira

Por Meu Timão

Com 215 jogos, Betão foi revelado nas categorias de base do Timão

Com 215 jogos, Betão foi revelado nas categorias de base do Timão

Foto: Divulgação

O zagueiro revelado nas categorias de base do Corinthians, Ebert Willian Amâncio, mais conhecido como Betão, deu uma reviravolta em sua carreira nos últimos seis meses. Depois de deixar o Timão em 2008 e passar por Santos, Dynamo de Kiev e Ponte Preta, Betão passou por um período difícil no final de 2013.

Sem receber boas propostas, o jogador passou mais de um ano desempregado e fora do futebol. Tomou uma atitude: não trabalha mais com agentes. "Agora sou meu próprio empresário", contou o zagueiro, em entrevista ao ESPN.com.br.

A mudança deu cero. Aos 31 anos, no final do ano passado, resolveu pegar o telefone e ligar para o presidente do Dynamo de Kiev. "Expliquei numa sexta-feira ao pessoal do clube que estava um tempo paradão, falei sobre a possibilidade de voltar. Conversaram com o presidente (Ihor Surkis) e o técnico (Serhiy Rebrov) que me aceitaram. Na quarta, estava pegando o avião para cá", explicou.

De volta ao time que defendeu por quase seis anos da carreira, Betão sabia que uma posição na equipe titular seria difícil de ser alcançada logo de cara. "Como peguei o bonde andando, não poderia sentar na janelinha (risos). Fiquei mais na reserva, mas fiz alguns bons jogos e dei até assistência pra gol. Na Copa da Ucrânia, joguei todas as partidas", ressaltou.

Nesse período, Betão foi campeão nacional com o Dynamo de Kiev e, nesta quinta-feira, logo mais, às 15h, disputa a final da Copa da Ucrânia contra o Shakhtar Donetsk, no Estádio Olímpico de Kiev. Entretanto, após a partida decisiva, o zagueiro não sabe qual será seu futuro. Seu contrato se encerra essa semana: "Quero ficar, estou muito bem e aqui me sinto em casa", finalizou.

No Corinthians, Betão estreou em 2001, com 17 anos de idade. Deixou o clube para ir ao Santos, com mais de 200 jogos com a camisa alvinegra. No Timão, o zagueiro foi campeão da Copa do Brasil de 2002, do Campeonato Paulista de 2003 e do Brasileirão de 2005.

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Alessandro é homem de confiança do presidente corinthiano

    Diretor de futebol refuta saída de Alessandro do Corinthians: 'Picuinha'

    ver detalhes
  • Rodriguinho admitiu possível saída do Corinthians

    Rodriguinho cogita saída do Corinthians: 'Vamos sentar e conversar'

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes