Especulado para sair, Renato Augusto diz: 'Me sinto em dívida com o clube'

Especulado para sair, Renato Augusto diz: 'Me sinto em dívida com o clube'

Por Meu Timão

Renato Augusto mostrou gratidão pelo Corinthians

Renato Augusto mostrou gratidão pelo Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de abrir o jogo em relação aos atrasos de pagamento no Corinthians, o meia Renato Augusto, que chegou a ser sondado pelo Flamengo para reforçar o time carioca durante o restante da temporada de 2015, afirmou que não pretende deixar o Corinthians tão cedo. O motivo? O jogador quer retribuir o que o clube fez por ele, enquanto passava por momentos difíceis depois da passagem pelo Bayer Leverkusen, da Alemanha.

"Recebi só uma sondagem, não foi uma proposta concreta. Não sei como aconteceu, eles procuraram meu representante. Não sei nem valores, se realmente chegou alguma coisa. Até onde sei, não chegou nada contrato. Tenho contrato com o Corinthians e me sinto ainda em dívida com o clube, por tudo que fizeram por mim. Eles me abriram as portas. Em momentos complicados, de lesões, estiveram do meu lado e me apoiaram. A minha vontade hoje é terminar meu contrato aqui e realmente dar o retorno, da melhor maneira possível, para um clube que me apoiou bastante", afirmou Renato Augusto em participação no programa Seleção Sportv.

Em meio às saídas de jogadores importantes, como Paolo Guerrero e Emerson Sheik, além das resoluções de problemas contratuais, o atleta acredita que não sairão mais jogadores do clube.

"A princípio, o que foi passado para os jogadores é que não sairia mais ninguém. Acredito que o Tite esteja trabalhando pensando até o fim do ano. Alguns jogadores têm contrato até o fim do ano. Aí já vai ser outro processo de renovação. Acredito que, se algum jogador vier a sair, não estará nos planos do Tite. Acredito que ele esteja colocando em campo o time que ele acha mais forte", disse.

Quanto à questão financeira, o jogador reiterou que se programa para não passar por dificuldades enquanto aguarda o pagamento dos direitos de imagens atrasados.

"Você se programa para uma coisa, e depois não entra, acaba não acontecendo, e você tem que dar um passo atrás, segurar em algumas coisas, evitar gastos desnecessário. E rezar para que venha, que caiam os direitos de imagem. Mas eu sempre tive minha vida muito controlada, então acaba não me incomodando tanto. Eu tento diminuir os gastos, para estar preparado caso ocorre alguma coisa assim. Por outro lado, a parte de salários está em dia. Só os direitos de imagem estão com algumas parcelas atrasadas. Eu procuro me segurar mais ao salário, para não sofrer tanto", concluiu.

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Oswaldo opinou sobre empréstimo de jogadores à Chape

    Oswaldo opina sobre empréstimo de jogadores do Corinthians à Chapecoense

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes