Com acerto encaminhado, Sheik reincide e não jogará despedida pelo Corinthians

Com acerto encaminhado, Sheik reincide e não jogará despedida pelo Corinthians

Depois de quatro anos, acabou o ciclo de Sheik no Corinthians

Depois de quatro anos, acabou o ciclo de Sheik no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Emerson Sheik não é mais jogador do Corinthians. O atacante acertou sua rescisão com o clube alvinegro e, por isso, não jogará a partida contra o Internacional, nesse sábado, que seria sua despedida.

A homenagem, no entanto, está mantida. O departamento de marketing preparou uma série de ações para a Fiel se despedir de um dos jogadores mais importantes da história alvinegra. O jogador deve receber uma placa de agradecimento e os torcedores poderão enviar mensagens que serão exibidas no telão e no painel de LED da Arena Corinthians.

Além da rescisão com o clube do Parque São Jorge, o atacante já teria assinado contrato com o Flamengo, na noite desta quinta-feira. A informação é do portal LANCENET!. Na manhã dessa sexta, Emerson foi dispensado do treinamento no CT Joaquim Grava, segundo informações da assessoria de imprensa do clube.

Sem a partida de despedida, a última vez em que o atacante entrou em campo com a camisa do Corinthians foi contra o Fluminense, em maio, no empate sem gols no Maracanã. Logo após a partida, o clube anunciou que não renovaria os contratos dele e de Paolo Guerrero, que também assinou com o Flamengo.

Emerson Sheik chegou ao Corinthians em 2011 e no mesmo ano se consagrou campeão Brasileiro. Mas, foi no ano seguinte que ele se tornou ídolo. Sheik foi o responsável pelos dois gols da vitória sobre o Boca Juniors, no Pacaembu, que rendeu o título da primeira Copa Libertadores da América da história alvinegra. Na sequência, venceu o Mundial de 2012 e o Paulistão e a Recopa em 2013.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes