Sem Sheik na lista de relacionados, Tite esclarece: 'Fica o respeito do clube à saúde do atleta'

Sem Sheik na lista de relacionados, Tite esclarece: 'Fica o respeito do clube à saúde do atleta'

Por Meu Timão

1.7 mil visualizações 29 comentários Comunicar erro

Tite explica ausência de Sheik na lista de relacionados

Tite explica ausência de Sheik na lista de relacionados

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Nesta quarta-feira, foi divulgado que o atacante Emerson Sheik seria homenageado na partida que acontecerá neste sábado, contra o Internacional, às 16h30, na Arena Corinthians. Além disso, nesta manhã, o jogador acertou sua rescisão com o clube alvinegro e, por isso, não jogará esta partida. Porém, tal fato não impedirá que a homenagem seja realizada.

A ausência de Sheik na lista de relacionados para o próximo confronto confirmou o final do seu ciclo com o clube do Parque São Jorge. Sobre a escolha, o técnico Tite justificou a opção em coletiva de imprensa, no CT Dr. Joaquim Grava.

"Conversamos eu, direção e o Emerson de uma forma muito clara. O Emerson é um jogador extremamente competitivo, se estivesse no banco seria para entrar. O Tite é um técnico que não sabe brincar de faz de conta. Se tiver no banco, vai colocar. Como já está encaminhando uma sequência profissional, fica o respeito do clube à saúde do atleta", revelou o treinador.

Em relação à saída do também atacante Paolo Guerrero, que não teve direito a homenagens por parte do time, esclareceu da mesma maneira que Marcelo Passos, diretor de marketing do Timão.

"Não concordo que tenha dois pesos e duas medidas com Guerrero e Emerson. O agente do Guerrero pediu para ele não jogar, isso é uma informação. Para o Emerson foi diferente. Quem pode falar mais é a direção", disse.

Com tantas baixas no elenco, Tite dá novas oportunidades a Romero, Mendoza e Vagner Love. Enquanto isso, a diretoria estuda a vinda de novos reforços, sobre a qual o técnico também deixou sua opinião: "Entendo o lado do clube, sei da responsabilidade, sei de dar um passo atrás para depois dar dois à frente. É em cima de investimentos em atletas. Isso não exime da ambição em ser o melhor. Continuamos com tudo isso. O passo atrás é o nível de investimento, e que para mim está absolutamente correto".

Ainda na incerteza se o clube perderá mais jogadores, o treinador preferiu não opinar.

"Não dá para falar de campo e de bola? Não acredito que vá acontecer. A relação com a diretoria é muito clara. Fala-se tudo pela frente, não se manda recados por imprensa".

Veja Mais:

  • Corinthians de Fagner não conseguiu estufar as redes do Barradão nesta quarta

    Corinthians aposta na defesa, sai ileso do Barradão e segue vivo na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Ralf deixou campo aos prantos no Barradão

    Ralf sofre luxação no Corinthians, e cirurgia não está descartada

    ver detalhes
  • Jadson teve atuação aquém na estreia do Corinthians na Copa do Brasil

    Jadson, Clayson, Carille... Empate em Salvador rende notas vermelhas a corinthianos

    ver detalhes
  • Roger vai viajar a Belo Horizonte

    Treinador do Corinthians confirma Roger na viagem a Belo Horizonte, mas faz uma ressalva

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes