Mesmo com concorrência, Jadson torce para chegada de Sánchez

Mesmo com concorrência, Jadson torce para chegada de Sánchez

Jadson torce para chegada de Sanchéz e vê briga saudável por posição

Jadson torce para chegada de Sanchéz e vê briga saudável por posição

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians está se reforçando e uma das opções é o meia Carlos Sánchez. Por isso, era de se esperar que Jadson, titular da posição, ficasse incomodado com a provável nova concorrência. Pelo contrário. O camisa 10 acredita que uma briga no meio de campo pode ser saudável e torce para a chegada do jogador do River Plate.

"Se o Corinthians está atrás de jogadores de qualidade, serão sempre bem-vindos. Nossa equipe precisa de jogadores assim para aumentar a concorrência e brigar em alto nível. Tomara que dê certo e ele possa ajudar nossa equipe no Brasileiro", declarou, em coletiva na manhã dessa terça-feira.

o Corinthians mudou até a estratégia para trazer Sanchéz. O jogador foi convidado para conhecer a estrutura do clube e da Arena, na tentativa de persuadir os representantes para uma liberação imediata.

A chegada de um novo meia no elenco, pode fortalecer ainda mais a equipe que vem de destacando pela força no meio de campo. Nos últimos jogos, as boas atuações de Renato Augusto e Jadson foram fundamentais para os resultados em campo.

"Nossa equipe sabia da importância das vitórias, o grupo todo tem feito o que o Tite pediu. O Renato Augusto vive uma grande fase, pensa no meio-campo, estamos bem entrosados. Isso tem ajudado. Vamos continuar nessa pegada para conseguir pontos e brigar pelas primeiras posições", explicou Jadson.

Novamente em boa fase, após marcar um golaço de falta na vitória contra o Internacional, que chegou até a ganhar destaque na imprensa européia, o meia relembra que quase deixou o Corinthians por uma proposta do futebol chinês.

"Valeu a pena ter ficado. Com certeza. Quando apareceu a proposta, nossa equipe vivia um bom momento e optei por ficar. Minha vontade é de ganhar títulos aqui no Corinthians. O grupo é muito bom de trabalhar, a torcida é maravilhosa. Quando o ambiente está bom, não tem clube melhor. Nunca me arrependi das minhas decisões. Estou muito feliz!", finalizou.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes