Cássio se vê como 'referência dentro do time' após saída de jogadores

Cássio se vê como 'referência dentro do time' após saída de jogadores

Por Meu Timão

Cássio é um dos únicos remanescentes da equipe campeã do Mundial

Cássio é um dos únicos remanescentes da equipe campeã do Mundial

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Restam apenas quatro remanescentes da equipe que entrou em campo para enfrentar o Chelsea na final do Mundial de Clubes de 2012: Cássio, Danilo, Ralf e Felipe, que ainda não era titular do elenco.

Passando por dificuldades financeiras, o Corinthians perdeu grande parte do elenco que vestiu o manto alvinegro durante uma das conquistas mais importantes do time. Com isso, o goleiro Cássio lamenta a saída dos colegas, mas, agora, se vê como parâmetro no time.

"Olha para essa foto, que foi tirada antes da partida contra o Chelsea, e vejo que o clube ainda tem, além de mim, o Danilo e o Ralf. Desses três, dois (Danilo e Ralf) encerram o contrato no final da temporada. Foi um momento bom, um grupo muito bom. A gente fica um pouco chateado ao ver esses amigos indo para outros clubes. Mas eu fico feliz, pois todos os jogadores que estão na foto foram para outros clubes com qualidade (...). Eu acho que eu preciso ser uma referência dentro do time. E posso ser um pouco mais pela saída dos jogadores de nome", disse Cássio em entrevista ao SportvNews.

Sobre a fase de reformulação, ainda completou: "A gente precisa ver no jogo a jogo. Não sabemos quem vai sair até o final do campeonato, de transferências".

O camisa 12, assim como grande parte da torcida corinthiana, acredita que a solução para os problemas que o clube do Parque São Jorge enfrenta encontra-se no melhor aproveitamento da base.

"A gente vê que o Corinthians é um time muito vitorioso na Copa São Paulo. Ele sempre chega muito bem e com jogadores com qualidade. Muitos jogadores passaram a treinar com o time profissional. Alguns foram emprestados e outros ficaram por aqui. Eu acho que é fundamental para o Corinthians, até pela situação financeira. A gente sabe que está complicado até para o time se reajustar. Para o time se encaixar dentro e fora de campo, é importante que os jogadores da base possam fazer parte do elenco profissional", afirmou.

Quanto ao próximo clássico, contra o Santos, que acontecerá neste sábado, às 16h30, na Vila Belmiro, o goleiro, como todo o elenco, valoriza a busca por um resultado positivo para seguir na luta pelo título do Campeonato Brasileiro.

"Clássico sempre motiva. Depois dessa partida, teremos dois jogos em casa e será fundamental pontuar lá (Vila Belmiro). Tenho certeza que um resultado positivo nos dará uma moral muito grande para seguir na briga pelo título do Campeonato Brasileiro e por uma vaga na Libertadores", concluiu.

Veja Mais:

  • Dupla Jô-Rodriguinho já não se mostra mais tão efetiva quanto em outros tempos

    Corinthians leva dois gols de bola área, perde do Botafogo e fica pressionado no Brasileirão

    ver detalhes
  • Clayson falou com a imprensa brevemente: 'Não foi nada demais'

    Atacante do Corinthians é conduzido por policiais a prestar esclarecimentos no Rio

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille perdeu do Botafogo na noite dessa quarta-feira

    Torcida 'perdoa' cinco jogadores e dá pior nota a Carille após derrota do Corinthians no Rio

    ver detalhes
  • Acorda, presidente!

    [Walter Falceta] Acorda, presidente!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes