Corinthians vence a Ponte Preta e se aproxima do G4 do Brasileirão

Corinthians Corinthians 2 x 0 Ponte Preta Ponte Preta

Brasileirão 2015

Corinthians vence a Ponte Preta e se aproxima do G4 do Brasileirão

Por Meu Timão

Jadson marcou o único gol da partida

Jadson marcou o único gol da partida

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Na noite desta quinta-feira o Timão recebeu a Ponte Preta na Arena Corinthians. Empatados em número de pontos antes do jogo, os dois times paulistas precisavam disputar a vantagem na tabela do Brasileirão.

Respectivamente em 7° e 8° lugar na competição, Corinthians e Ponte se enfrentaram em situações diferentes. Enquanto Guto Ferreira tem o desafio de manter o bom futebol apresentado por seu time, Tite precisa encarar uma reformulação em curso que no time após saídas de Petros, Guerrero, Sheik e Fábio Santos.

Por essa razão, o treinador ponte pretano optou por poupar o zagueiro Tiago Alves, escalando sua equipe com Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Gilson; Fernando Bob, Josimar e Renato Cajá; Felipe Azevedo, Biro Biro e Diego Oliveira.

Já o Timão, promoveu a volta de Elias, que reintegrou o elenco após a eliminação da seleção brasileira e também com Bruno Henrique ocupando o lugar de Ralf. Com isso, o time foi à campo com: Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique e Elias; Jadson, Renato Augusto e Malcom; Vágner Love.

Primeiro tempo

Em casa, o Corinthians mostrou agressividade e fez um bom primeiro tempo. Seguindo o pedido de Tite, a equipe pressionou a saída de bola da Ponte Preta e insistiu no ataque. Com Love infiltrado, o trio Jadson, Malcom e Renato Augusto, e subidas de Elias e Fágner, o Timão ficou perigoso.

Foram 12 finalizações - sendo seis para o gol - que ficaram nas mãos do goleiro Marcelo Lomba, em noite inspirada. O gol, porém, só saiu nos minutos finais após algumas boas chances desperdiçadas.

Quase 40 minutos foram necessários para que o Timão finalmente abrisse o placar e conquistasse a vantagem em casa. A jogada saiu dos pés de Elias, que cruzou rasteiro para Jadson chutar no canto, uma bola indefensável para o goleiro da Ponte.

Corinthians atacou muito, pressionou a ponte, segurou a bola no ataque, finalizou bastante tanto que foram 12 finalizações, 6 no gol, até que a bola entrou.

Segundo tempo

O Corinthians ainda conseguiu algumas boas chegadas no começo da segunda etapa da partida, mas perdeu produtividade em campo. Já a Ponte voltou melhor: a equipe comandada por Guto Ferreira reverteu o índice de zero finalizações do primeiro tempo e acabou levando risco para o gol de Cássio.

O goleiro corinthiano, porém, reagiu bem à pressão e fez boas defesas - incluindo a que impediu um gol olímpico de Renato Cajá. Nessa jogada, próxima aos 16 minutos, Cássio acabou batendo o cotovelo nas traves e parecia opção certa para substituição.

Após alguns minutos de atendimento, entretanto, Cássio se recuperou e não quis deixar o campo, sendo muito aplaudido pela Fiel. Com o goleiro seguro, Tite acabou fazendo suas três alterações dos 23 aos 37 minutos: Ralf por Elias, Danilo por Bruno Henrique e Malcom por Mendoza.

Com a aproximação do fim da partida, a situação se inverteu. A Ponte foi cada vez mais incisiva e o Corinthians sofreu a pressão - o aparente conforto com o resultado virou um problema nos instantes finais, que foram agravados pelos 8 minutos de acréscimo concedidos pelo árbitro.

O momento parecia ruim para o Timão, mas a equipe se recuperou. Com Vagner Love aos 50 minutos o Corinthians ampliou o placar e sacramentou a vitória. O time agora assume a quinta posição, empatado em número de pontos com o quarto colocado, o Atlético-PR.

O próximo jogo do Corinthians será contra o Goiás, no Serra Dourada. A partida, válida pela 10ª rodada do Brasileirão, acontecerá às 16h no domingo, dia 5.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Ponte Preta

  • 1000 caracteres restantes