Liberado por Felipão, Renê Júnior fica ainda mais próximo do Corinthians

Liberado por Felipão, Renê Júnior fica ainda mais próximo do Corinthians

Por Meu Timão

Renê Júnior foi liberado do Guangzhou Evergrande, da China

Renê Júnior foi liberado do Guangzhou Evergrande, da China

Foto: Divulgação

O volante Renê Júnior, que tem frequentado o CT Dr. Joaquim Grava desde o início do mês de junho para recuperação de uma cirurgia no púbis, tenta uma liberação em seu clube atual, Guangzhou Evergrande, da China.

As negociações entre o Corinthians e o clube chinês já estavam em estágio avançado e aguardavam apenas um aval dos donos dos direitos do atleta. No entanto, facilitando a situação, o volante de 25 anos foi liberado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, que assumiu o comando do time no último mês. A informação é do jornalista Dassler Marques, do UOL Esporte.

Dessa forma, a direção alvinegra vê a negociação, que pode ser definida ainda nesta semana, com otimismo. Por empréstimo, o contrato teria a duração de um ano e o Timão só bancaria os salários referentes ao período combinado. O único ponto que ainda não teria sido discutido seria o salário, que deverá se encaixar na folha salarial enxuta do clube do Parque São jorge.

Ainda assim, Renê Júnior não poderá contribuir com o elenco de maneira imediata, visto que se recupera de lesão e a expectativa é de que tenha condições físicas de voltar à campo somente em agosto.

Veja Mais:

  • Marlone está fora do clássico

    Corinthians perde Marlone para o Dérbi na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians fará primeiro jogo no domingo em 2017

    Clássico e primeiro jogo do Corinthians no domingo: FPF desmembra rodadas do Paulista

    ver detalhes
  • Romarinho anotou cinco gols em cinco jogos contra Palmeiras

    Romarinho manda recado ao elenco do Corinthians antes de clássico contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Camisa que será usada na noite desta quarta-feira

    Corinthians divulga imagem do uniforme que será usado contra Palmeiras; confira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes