Comandante rechaça 'favoritismo', mas quer Timão 'melhor' que o Coritiba

Comandante rechaça 'favoritismo', mas quer Timão 'melhor' que o Coritiba

Por Meu Timão

Após o treinamento desta sexta-feira, Tite concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do CT Joaquim Grava

Após o treinamento desta sexta-feira, Tite concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do CT Joaquim Grava

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Em busca da liderança do Campeonato Brasileiro, o Corinthians terá que superar o Coritiba, neste domingo, fora de casa. Para o técnico Tite, a “receita” de uma vitória dentro do estádio Couto Pereira consiste na correção de algumas “falhas”, evidenciadas no duelo contra o Atlético-MG, no último fim de semana.

“A equipe precisa saber jogar com as variações, fazer pressão alta e retomar no campo do adversário, tem de saber jogar no contra-ataque e também construir uma bola desde a parte de trás do campo. É repetir esses padrões”, analisou o treinador durante a coletiva desta sexta-feira no CT do Timão.

Apesar do bom momento da equipe na competição, o comandante corinthiano tratou de descartar qualquer favoritismo diante do time paranaense. “Tem fator casa, campo, ou situação na tabela. Temos responsabilidade contra qualquer equipe, precisamos manter um bom desempenho, ser melhor que o adversário", declarou.

Para o duelo deste domingo, Tite não poderá contar com o zagueiro Gil – o camisa 4 recebeu o terceiro cartão amarelo na partida contra o Atlético-MG e terá que cumprir suspensão automática na 15ª rodada do campeonato. Contudo, o técnico alvinegro rendeu elogios ao sistema defensivo e a Edu Dracena, provável substituto.

"Ele me deixa muito tranquilo. As características são diferentes, Gil mais de força, Edu de técnica, Felipe na velocidade. Mas não são só eles. É a equipe que defende. Cobro passe qualificado dos zagueiros, dos laterais. É uma equipe que se defende bem e busca abrir mais o processo de criação", analisou.

Questionado sobre o fim do período de reformulação do Corinthians na temporada, Tite foi direto. “Agora é aperfeiçoar, manter padrão de desempenho, que não tenha grandes quedas. Encontrar o melhor momento técnico de cada atleta. Há um espaço de entrosamento maior com Vagner Love, Renato, Luciano, Malcom... Há espaço. As grandes equipes se repetem 100 jogos, 60 jogos, essa equipe não tem isso. Manter padrão, consolidar e crescer", finalizou.

Veja Mais:

  • Fábio Carille está com sua renovação bem ecan

    Após conversa no CT, Corinthians trata renovação de Carille como questão de tempo

    ver detalhes
  • Torcedores podem ouvir listas de músicas criadas por jogadores do Timão

    Corinthians anuncia parceria com serviço de streaming de música

    ver detalhes
  • Lucca perdeu espaço em 2017, mas vem se destacando no Brasileirão pela Ponte Preta

    Valor estipulado pelo Corinthians esfria interesse francês no atacante Lucca

    ver detalhes
  • Clayson foi escolhido por Carille para, mais uma vez, substituir Jadson

    Corinthians encerra preparação, e Carille mantém escalação sem Jadson para jogo deste sábado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes