Em mais uma noite de Léo Jabá, Timão garante vaga na final da Taça BH

26 mil visualizações 100 comentários

Por Meu Timão

Timão Sub-17 bateu o Avaí por 4 a 0 e está classificado para a decisão da Taça BH

Timão Sub-17 bateu o Avaí por 4 a 0 e está classificado para a decisão da Taça BH

Divulgação

Pela semifinal da Taça BH de Futebol, a equipe Sub-17 do Corinthians foi a campo, nesta segunda-feira, para enfrentar o Avaí. Atual campeão mundial da categoria, o Timão queria uma vitória dentro da Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, para ter a chance de disputar a final da competição mineira.

No esquema 4-4-2, o time treinado por Marcio Zanardi era formado por: Filipe; Samuel, Antônio, Léo Santos e César; Renan Areias, Renan Guedes, Bilú e Pedro Victor; Moresche e Léo Jabá. O último, aliás, fez sua estreia no profissional do Corinthians na última quarta-feira, durante o amistoso contra o ABC, em Natal.

Além do camisa 11, o Alvinegro contava com a grande fase do goleiro Filipe, um dos responsáveis pela classificação à semifinal. Após o empate em 1 a 1 no tempo normal, o duelo do Corinthians com o Atlético-MG, pela quarta de final, teve de ser decidido nas penalidades máximas. Confiante, o arqueiro defendeu três penalidades e colocou o Timão na briga pelo título da Taça BH.

Já o Avaí, primeiro colocado do grupo 2, veio embalado após a vitória por 3 a 1 diante do Coritiba. Na formação 4-3-2-1, o time dirigido pelo técnico Emerson Nunes iniciou a partida com a seguinte escalação: Léo; Guga, Nuno, Theo e Cristiano; Giovani, Felipe Dentinho, Wesley; Filipe Renan; João Dias e Willian.

Timão no ataque

Antes de a bola rolar na Arena do Jacaré, um fato curioso chamou a atenção dos torcedores. As bandeirinhas de escanteio não haviam sido posicionadas no campo, retardando o início da partida por alguns minutos. Com o apito inicial, o Corinthians iniciou o duelo pressionando a saída de bola do time de Santa Catarina. As principais jogadas saiam dos pés do atacante Léo Jabá, que demonstrava qualidade e velocidade pelo lado esquerdo.

Contudo, outro corinthiano acabou abrindo o placar em Sete Lagoas. Após a cobrança de falta rasteira do lateral Samuel, a zaga do Avaí vacilou e a bola chegou limpa para o camisa 10 Pedro Victor fazer o primeiro gol do Timão. O tento não freou a disposição da equipe do comandante Marcio Zanardi, que avançou as linhas de marcação e sufocou o rival catarinense em seu campo de defesa.

Aos 38 min, Léo Jabá voltou a se destacar. Após a zaga do Avaí cometer pênalti em César, o atacante alvinegro foi para a cobrança e não desperdiçou, ampliando o resultado na noite. Dois minutos depois, Bilú recebeu um lançamento na linha de fundo, cortou para o meio e fez de perna esquerda o terceiro gol do Corinthians. O resultado parcial garantia o time alvinegro na decisão da Taça BH.

Classificados à final

Diferentemente dos primeiros 45 min, a segunda etapa começou em um ritmo menos acelerado para as duas equipes. Com tranquilidade, o Timão permanecia com a posse de bola e trocava passes no campo ofensivo, sem dar espaços à equipe de Santa Catarina. Aos 8 min, Zanardi realizou a primeira substituição da partida: sacou Pedro Victor para a entrada do meia Caio.

Com o Avaí exposto, o Corinthians abusava dos contra ataques e tentava selar a classificação. Pouco tempo depois, o treinador alvinegro resolveu promover mais duas alterações no duelo: saíram Moresche e Bilú para as entradas de Felipe Oliveira e Zé Gabriel. Com as substituições, o Timão ganhou fôlego e continuou pressionando a saída de bola adversária.

Por outro lado, o goleiro Filipe correspondia às expectativas dos torcedores presentes no estádio de Minas Gerais. Aos 24 min, o arqueiro defendeu um belo chute no canto esquerdo do atacante Willian, evitando o primeiro gol do Avaí na noite e uma possível reação adversária. Com a classificação encaminhada, o técnico corinthiano trocou Renan Areias por Matheus França, já pensando na parte física do time.

Por fim, Zanardi realizou sua quinta e última mudança na equipe do Corinthians. Autor do segundo gol da partida, Léo Jabá deixou o campo e deu lugar ao atacante Miullen. O garoto, inclusive, teve a chance de marcar o quarto tento do Timão: em velocidade pelo meio, o corinthiano invadiu a área e acabou desarmado pelo defensor do Avaí. Nos acréscimos, Léo Santos selou o placar e marcou o quarto do Alvinegro no embate.

Com o término do confronto, o Corinthians garantiu uma vaga na final da Taça BH de Futebol. A próxima semifinal será disputada por Figueirense e Flamengo, logo em seguida, às 21h, na Arena do Jacaré. A decisão da competição mineira acontece na próxima quarta-feira, às 19h, com transmissão ao vivo do canal SporTV.

Veja Mais:

  • Matheus Davó está integrado ao elenco de Tiago Nunes desde o começo de 2020

    Contratação de Davó coleciona gafes no Corinthians desde o ano passado; veja lista

    ver detalhes
  • Victor Cantillo é um dos destaques do Corinthians em 2020

    Diretor tranquiliza Fiel e garante que Corinthians tem verba para pagar ex-clube de Cantillo

    ver detalhes
  • Evento na Arena Corinthians exibe uniforme com logo preto e branco

    Evento na Arena Corinthians exibe nova camisa com patrocínio em preto e branco; entenda

    ver detalhes
  • Colombiano Yony González durante o treino no CT Joaquim Grava

    Compra de Yony: diretor financeiro do Corinthians contradiz diretor de futebol do clube

    ver detalhes
  • Tiago Nunes comanda último treino do Corinthians na semana

    Corinthians trabalha cruzamentos e atividade tática em último treino da semana; veja fotos

    ver detalhes
  • Em 1920, o Corinthians goleou o Santos por 11 a 0

    11 a 0: Há exatos 100 anos, Corinthians batia o Santos e aplicava a maior goleada de sua história

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: