Diretoria corinthiana pode chamar Gobbi para esclarecer situação de Matheus Pereira

Diretoria corinthiana pode chamar Gobbi para esclarecer situação de Matheus Pereira

Por Meu Timão

Ex-dirigente do Timão deve ser ouvido pela atual diretoria para esclarecer repasse de 'fatia' de joia da base

Ex-dirigente do Timão deve ser ouvido pela atual diretoria para esclarecer repasse de 'fatia' de joia da base

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Eleita em fevereiro, a nova diretoria do Corinthians demonstra insatisfação em relação ao atual contrato do jovem Matheus Pereira. Tido como grande revelação da base, o Timão possui apenas 5% dos direitos econômicos do meia de 17 anos. Por isso, a cúpula alvinegra pretende chamar o ex-presidente Mário Gobbi para prestar contas sobre a situação do jogador. A informação é do colunista Jorge Nicola, do Yahoo! Esportes.

Mandatário do Corinthians entre 2012 e 2015, Gobbi teria feito o repasse de 65% dos direitos econômicos de Matheus Pereira ao empresário Fernando Garcia, agente do atleta. Segundo o jornalista, o dirigente teve de diminuir a “fatia” do Timão em relação ao meia para saldar débitos do departamento de futebol e aumentar sua porcentagem sobre Petros – em junho, o volante foi negociado com o Real Betis-ESP por R$ 2,5 milhões. No entanto, o valor sequer entrou aos cofres do clube, que repassou o montante a Garcia por conta de dívidas com o empresário.

No mês passado, Malcom e Matheus Pereira foram sondados pelo Braga-POR. O clube português estaria disposto a desembolsar R$ 28 milhões e R$ 17 milhões, respectivamente. De acordo com Garcia, agente da dupla corinthiana, as ofertas seriam “irrecusáveis” ao Timão, que se vê com o orçamento apertado nesta temporada. Apesar das altas quantias, o Alvinegro receberia um valor irrisório pela venda dos dois jovens, já que possui pequenas porcentagens sobre os corinthianos: 30% de Malcom e, como citado acima, 5% de Matheus Pereira.

Em entrevista à Rádio Globo no início de julho, Garcia revelou que os valores a receber do Corinthians não interferiam em negociações de seus atletas. “Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Eu tenho certeza que vou receber do Corinthians, tenho entrado em contato com o Emerson Piovezzan (diretor financeiro) e com certeza absoluta ele vai resolver todos os problemas financeiros do Corinthians esse ano”, afirmou o empresário, acrescentando o valor atual do débito. “São R$6,5 milhões", completou.

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes