Casagrande opina sobre volta de Pato e elege ‘melhor goleiro da história’ do Timão

Casagrande opina sobre volta de Pato e elege ‘melhor goleiro da história’ do Timão

Por Meu Timão

Atualmente, Casagrande é um dos comentaristas de futebol da TV Globo

Atualmente, Casagrande é um dos comentaristas de futebol da TV Globo

Foto: Reprodução / TV Globo

Ídolo da torcida do Corinthians, o ex-jogador Walter Casagrande, 52 anos, é conhecido por não ficar em “cima do muro” e expor sua opinião em meio às polêmicas do futebol. Nesta quinta-feira, o comentarista da TV Globo falou sobre o retorno de Alexandre Pato ao Timão – emprestado ao São Paulo até o fim da temporada, o atacante terá de retornar ao Parque São Jorge caso não seja negociado.

“Eu acho que não tem espaço pro Pato no Corinthians, por tudo que ele fez jogando no São Paulo e pelo que ele declarou... Ele tem que procurar outros ares. Provavelmente ele será convocado para os amistosos da Seleção Brasileira. Mas acho que ele não tem espaço não”, declarou Casagrande, durante participação no programa “Quem não faz toma!”, da Rádio 89 FM.

Entre diversos assuntos, o ex-atacante elegeu o melhor goleiro da história do Parque São Jorge. “Eu não falo de goleiro não (risos). Gostava muito do Ado, mas com maior tempo de permanência em alto nível foi o Ronaldo (Giovanelli). Ele falava: ‘Não deixa chutar, não deixa cruzar’. Pô (sic), eu também quero ir no gol assim (risos)”, afirmou, em tom bem humorado.

Sobre o Majestoso do próximo domingo, “Casão” foi direto. “Eu acho o Corinthians favorito. O (Juan Carlos) Osorio está arrumando o time e a defesa do São Paulo é muito fraca faz uns três, quatro anos”, criticou o corinthiano, que ainda citou três equipes com grandes chances de rebaixamento no Brasileiro. “O Vasco cai, o Joinville cai e o Coritiba cai. Resta um”, declarou.

Recentemente, Casagrande sofreu um infarto e teve de passar por dois procedimentos cirúrgicos - cateterismo e uma angioplastia - para a desobstrução das artérias entupidas. Durante a entrevista, ele comentou que em nenhum momento acreditou que iria morrer.

“Eu não sabia que era infarto. Eu pensei que era uma dor nas costas, queria ir numa clínica de shiatsu. Já ouvi muitas histórias diferentes, mas comigo foi dor nas costas. Vamos sem sinceros, eu curti durante 38 anos do jeito que eu quis e agora a conta chega. Fisicamente você paga o preço. Você não quer curtir? Então segura essa 'bronquinha' (risos)”, finalizou.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes