Luciano comemora fim de jejum e rebate sobre fama de 'segundo tempo'

Luciano comemora fim de jejum e rebate sobre fama de 'segundo tempo'

Luciano comemora gol marcado no primeiro tempo do clássico contra o São Paulo

Luciano comemora gol marcado no primeiro tempo do clássico contra o São Paulo

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Em boa fase, o atacante Luciano recebeu uma oportunidade na equipe titular neste domingo e não desperdiçou. Foi dele o único gol do Corinthians no clássico contra o São Paulo. Além de garantir o ponto conquistado na rodada, o gol quebrou um jejum que vinha desde março deste ano - seu último tento foi contra o Mogi Mirim, pelo Campeonato Paulista.

"Fiquei muito tempo sem fazer gols também por conta das minhas lesões. No Pan pude ir bem, fazer gols e ajudar a Seleção a conquistar a medalha de bronze. Aqui acabei meu jejum e agora vou tentar fazer mais gols", comemorou.

"É diferente marcar em clássico, não tinha marcado ainda. Ontem comemorei com meus familiares. Fazer um gol contra o maior rival, fora de casa, é muita felicidade. Mas fazer só um gol não adianta, tem de ter o pé no chão e pensar no jogo de quarta-feira", completou.

O gol, marcado aos 21 minutos do primeiro tempo, também ajudou a diminuir a fama que tanto incomoda Luciano. Ele é considerado um jogador de segundo tempo. Os números não ajudam: dos 19 gols marcados com a camisa do Timão, apenas cinco foram nos primeiros 45 minutos.

"Incomodava bastante essa fama. Ontem lembrei disso e falei que não tinha nada a ver. Às vezes jogava bem, e meus companheiros decidiam. Ainda bem que ontem consegui fazer um gol logo no primeiro tempo. Agora tenho de dar continuidade", comentou o jogador.

Apesar da boa fase, Luciano descarta a responsabilidade de ser o único a resolver no time. Ele quer que a equipe inteira faça gols e ajude. "Não sinto pressão. Lá fora as pessoas vão falar que tenho de resolver. Mas jogando bem, não é preciso que só eu faça os gols. Todos estão fazendo. Os gols vão sair naturalmente, é questão de tempo. Estamos bem conscientes de que qualquer um que faça os gols vai ajudar o time", finalizou.

Veja Mais:

  • Carille definiu os jogadores que iniciam o duelo contra a Chapecoense

    Carille saca Clayson, mantém Jadson fora e escala Corinthians para enfrentar Chapecoense

    ver detalhes
  • Danilo volta a ser opção para Carille

    Sem Jadson e com Danilo, Corinthians relaciona 22 jogadores para viagem a Chapecó

    ver detalhes
  • Fiel promete apoio em volta do Corinthians à Arena

    Corinthians divulga nova parcial para jogo contra o Atlético-GO; venda aberta para não-sócios

    ver detalhes
  • Corinthians não deu prazo para retornos de Balbuena e Arana

    Corinthians perde Balbuena e Guilherme Arana por lesões musculares

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes